Tino Marcos vai virar freelancer e perderá salário de R$ 130 mil

Sendo um dos principais nomes da cobertura esportiva, o jornalista volta a atuar na Rede Globo em 2020

Reprodução / InstagramReprodução / Instagram

atualizado 12/11/2019 11:25

Tino Marcos é um dos principais nomes do Esporte na televisão. O jornalista, que atualmente trabalha na Rede Globo, anunciou em julho que tiraria uma licença das funções que exerce na emissora. Durante esse período de dispensa, com duração de seis meses, ele não receberá salários e voltaria a atuar somente em janeiro de 2020.

De acordo com o Blog do Leo Dias, Tino de fato retornará para a emissora no início do ano que vem. Porém, seu contrato terá mudanças. Marcos será um freelancer com direito a algumas vantagens. Agora ele não fará mais parte da escala de plantões da redação e receberá pelos trabalhos que produzir.

Segundo o Blog, Tino Marcos nem sequer terá expediente para cumprir na redação da Rede Globo. Antes, o jornalista trabalhava no tradicional esquema CLT. O profissional tinha carteira assinada e um salário bem elevado que, de acordo com o Blog, girava entre os R$ 130 e R$ 150 mil por mês.

Por fim, Leo informou que Tino, mesmo com mudanças no contrato, vai continuar recebendo alguns benefícios. Como, por exemplo, o plano de saúde. Além disso, a decisão tomada pela Globo não afetou somente ele, mas todos que trabalham na editoria de Esportes e recebia salário acima de R$ 100 mil. O Blog informou que o mesmo também vai ocorrer com Marcos Uchoa, que tirou a licença no mesmo período que Tino.

SOBRE O AUTOR
Estevan Furtado

Estudante de jornalismo no Centro Universitário Estácio. Já trabalhou como estagiário na Revista Evoke e na Comunicação Docial do Cindacta I. Possui curso de Empreendedorismo Júnior pela Universidade de Brasília (UnB) e de Social Media pelo Portal Publicitário.

Últimas notícias