O dia em que Tieta deu uma lição de moral em Jair Bolsonaro

Por meio da tecnologia de deep fake, Bruno Sartori colocou o rosto de Bolsonaro em Ricardo, namorado homofóbico da personagem

reprodução/ twitter

atualizado 22/01/2020 14:45

Criada por Jorge Amado e imortalizada na interpretação de Betty Faria, Tieta é uma das mais icônicas personagens do imaginário literário e novelístico brasileiro. E graças ao talento do jornalista Brunno Sartori, a cidadã de Santana do Agreste deu uma lição de moral no presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Por meio da tecnologia de deep fake, Sartori colocou o rosto de Bolsonaro em Ricardo, namorado homofóbico da protagonista, interpretado por Cássio Gabus Mendes na trama de 1989.

Na cena específica, Tieta critica a hipocrisia da sociedade. “Com que direito tu enche a boca pra falar das leis de Deus? Que lei é essa? Onde que tá escrito, me diga? Por acaso Deus lhe deu procuração para agir em nome dele?”, pergunta.

É quando surge Ricardo, mas com o rosto de Bolsonaro. “Tieta, você não pode achar que um homem vestido de mulher seja normal”, responde ele. “Oxe, é a roupa que importa? Aos olhos de Deus é a aparência que importa ou o caráter?”, retruca a heroína.

A conversa completa tem mais de cinco minutos e Sartori a descreveu assim: “Essa cena foi gravada há mais de 30 anos e mesmo assim continua atual”. Compartilhada no Twitter, a montagem já tem mais de 3 mil curtidas.

Últimas notícias