Justiça dá 24h para Fontenelle apagar posts sobre Felipe Neto e pedofilia

Atriz teve recurso negado pela Justiça do Rio. Publicações em que associou os irmãos Felipe e Luccas Neto à pedofilia já foram deletadas

Astrid Fontenelle em seu canal do YoutubeReprodução/YouTube

atualizado 02/07/2020 15:11

Em decisão tomada nesta segunda (29/06), a Justiça do Rio de Janeiro deu 24h para a atriz Antonia Fontenelle apagar posts nos quais associava os irmãos youtubers Felipe Neto e Luccas Neto à pedofilia.

A determinação, assinada pelo juiz Marcelo Nobre de Almeida, da 7ª Vara Cível do Rio de Janeiro, ainda aumentou a multa de R$ 5 mil para R$ 7 mil. Os posts já foram deletados do perfil de Fontenelle no Instagram.

Em 15 de junho, Antonia Fontenelle publicou um vídeo editado reunindo frases sobre sexo ditas por vários influenciadores, entre eles Felipe Neto e Luccas Neto. “Podemos chamar esse vídeo de incitação à pedofilia a olhos nus?”, questionava a atriz.

Os irmãos Neto moveram uma ação contra Fontenelle, pedindo R$ 100 mil de indenização para cada um, exclusão da publicação e retratação. A Justiça autorizou a liminar para a retirada do post em 19 de junho. Fontenelle entrou com recurso, que foi negado nesta segunda (29/06).

Últimas notícias