Leblon: mulher que agrediu arquiteta já tem passagem pela polícia por agressão

O caso de agressão aconteceu no ano passado. A vítima diz que Sheila Gmack deu socos e pontapés sem nenhum motivo

atualizado 28/09/2020 17:51

Sheila Gmack Reprodução

Sheila Gmack, a mulher que causou andando em um conversível de biquíni pelas ruas do Leblon, na última sexta-feira (25/9), e ainda agrediu a arquiteta Aline Araújo — após ter sido atingida por um copo com água –, já tem passagem pela polícia exatamente por agressão.

“Ela me espancou sem eu fazer nada. Estava na praia com uns amigos e quando levantei para ir ao banheiro do quiosque, ela me deu um chute pelas costas, caí no chão e ela seguiu me chutando. Fiquei com olho roxo e bem machucada. Ela ficou rindo e debochando. É uma doente mental”, diz a vítima, que pediu para ser identificada apenas como Natália.

0

Segundo a vítima, Sheila tinha um affair com uma pessoa que estava no grupo de amigos dela. “Eu nem a conhecia. Depois, fui descobrir que ela já tinha tido um caso com um dos meninos que estavam no nosso grupo de amigos. Prestei queixa contra ela e estou esperando o processo andar. Ela tem que parar de agredir os outros assim’, conta.

No boletim de ocorrência, feito em dezembro de 2019, consta que Sheila deu socos e pontapés em Natália, no Clássico Beach Club, na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio.

Agressão no Leblon

Não se fala em outra coisa no Rio de Janeiro a não ser a confusão que aconteceu na sexta-feira (25/9) à noite, na Dias Ferreiras, reduto da classe alta do Leblon, no Rio de Janeiro.

Sheila, uma empresária do ramo da estética que possui clínicas do Rio e em Curitiba, estava de biquíni com uma amiga e um amigo em um carro conversível à noite pelas ruas do Leblon.

Segundo testemunhas, os três estariam se beijando e fazendo preliminares a céu aberto, em frente a um bar com crianças e idosos. Ao serem abordadas, elas não teriam parado com cenas de pornografia, e uma arquiteta carioca, Aline Araújo, teria jogado copo com água nelas.

Últimas notícias