Golpe de R$ 800 mi, renda em queda e mansão à venda: o inferno astral de Valdemiro Santiago

Conversamos com o astrólogo Ricardo Muri, que avaliou o momento pelo qual passa o religioso

atualizado 30/11/2020 13:45

reprodução

O ano de 2020 não tem sido nada fácil para o apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus. Segundo fontes da coluna Leo Dias, o pastor vive, além de polêmicas na familía, uma severa crise financeira.

Impossível não fazer perguntas como: “Por que os Santiagos estão passando por isso?” e “Seria um inferno astral?”. Para esclarecer questionamentos como esses, convidamos Ricardo Muri, astrólogo das estrelas, para explicar, segundo a sua área de atuação, o que tem acontecido na vida do pastor, que nasceu em 2 de novembro de 1963, sendo do signo de Escorpião.

0

Analisando o mapa astral do religioso e o momento astrológico, no qual Urano está na constelação de Touro, Muri avalia: “Urano é um planeta das rupturas, da desconstrução, e é o planeta dos grandes movimentos de separação e de perda. Há uma expansão de consciência maior. Então, o que não está bem firmado vai se perdendo”.

“Ao longo desses 12 meses, ele está com Urano na constelação de Touro, fazendo uma oposição ao seu Sol. Essas perdas irão continuar até março de 2021”, completa. Ainda segundo Muri, já em março, Saturno fará uma oposição ao Sol do pastor e as situações tendem a ficar ainda mais pesadas.

“Há uma tendência de as questões financeiras e as relacionadas à perda do canal se agravarem. Ele irá sentir um peso e uma cobrança muito grandes. Como se as coisas ficassem mais difíceis para ele neste momento. Astrologicamente, 2021 não será um bom ano para o apóstolo”, completa Ricardo.

O astrólogo acrescenta que muitas cobranças virão, o que fará com que Santiago se sinta pressionado e cansado. “Será necessário que Valdemiro busque se espiritualizar mais, procurando o  perdão e o amor. Todo esse movimento de dificuldade sempre tem algo a nos ensinar”, adverte.

Entenda

Santiago, que está sendo investigado pelo Ministério Público Federal (MPF) por vídeos nos quais estimulava os fiéis a comprar sementes, vendidas entre R$ 100 e R$ 1 mil, que prometiam a cura da Covid-19, levou um golpe de R$ 800 milhões do ex-marido da filha Raquel. Além disso, o pastor estaria vendendo sua mansão — avaliada em R$ 35 milhões –, em Alphaville, São Paulo, por R$ 22 milhões.

Isso tudo somado a um desabamento da renda do religioso, tendo em vista que, com a pandemia, a arrecadação das igrejas despencou. Além disso, ele ainda corre o risco de perder o canal que, hoje, é ocupado pela programação da Igreja Mundial do Poder de Deus. Já a Loading TV anunciou que vai passar a ocupar a frequência que, por anos, foi da MTV, depois chamada de TV Ideal.

Últimas notícias