Em meio à crise no jornalismo, Revista Momento é lançada com 400 mil cópias

A iniciativa partiu do jornalista Peter Moon, que teve o apoio de Lucas Tavares, diretor de comunicação da Prevent Senior

atualizado 18/10/2020 16:06

Revista Momento Reprodução

Enquanto diversos veículos de comunicação impressa demitem funcionários, saem de circulação ou reduzem suas páginas, uma nova revista chega às bancas no próximo mês de janeiro alheia à crise. A Revista Momento será lançada com 400 mil exemplares em papel de alta gramatura e periodicidade mensal, com foco em grandes reportagens e jornalismo de imersão.

A iniciativa partiu do jornalista Peter Moon, que teve o apoio de Lucas Tavares, diretor de comunicação da Prevent Senior. Eles procuraram os irmãos Fernando e Eduardo Parrillo, sócios da operadora de saúde, que abraçaram o projeto. “A revista chegará para os beneficiários, mas não é institucional. Foi criada uma editora separada da Prevent. A revista vai ter vida própria”, explica Peter.

0

Além dos beneficiários que receberão a revista gratuitamente, a Momento também estará disponível para compra em bancas. Mas o objetivo inicial não é ter lucro com o projeto. “Nós teremos pouco retorno de banca e publicidade à princípio. Vamos investir para fixar o produto primeiro. Estamos apostando em um sonho, é a revista que essa geração mais velha do jornalismo sempre quis trabalhar”, garante Lucas.

A Revista Momento abordará diversos temas, como saúde, tecnologia, serviços, esporte e cultura, exceto um: política. “Vamos ter uma pauta bastante rica. Mas, em um momento que o país está tão dividido, em que você ou está de um lado ou está do outro e o meio termo desapareceu, a gente prefere não entrar nessa seara. Política não vai ser um assunto e a revista não vai tomar partido”, afirma Peter.

Segundo os idealizadores, não há outra revista semelhante ao projeto no mercado brasileiro atualmente. “Nós nos inspiramos na antiga Revista Realidade, que circulou nos anos 1960 e tinha textos maravilhosos, custosos de ler. Nós quisemos trazer de volta ao Brasil um contexto de jornalismo que não existe mais. Eu havia presenteado o Fernando com um livro do Gay Talese recentemente, então, ele já sabia do que se tratava”, conta Lucas.

Nomes conhecidos do grande público estarão na primeira edição. A cartunista Laerte será responsável pelos quadrinhos, o poeta Fabrício Carpinejar escreverá uma crônica e o documentarista Lawrence Wahba prepara uma reportagem. Além deles, quinze jornalistas experientes, como Luís Antônio Giron e David Cohen, já estão contratados pela Momento, que também busca profissionais freelancers que tenham boas histórias para contar.

Os idealizadores acreditam que a revista encontrará seus leitores, mesmo que as bancas estejam cada vez mais vazias. “O mercado do jornalismo em geral e o de revistas em particular está em crise por causa do modelo de negócios. Mas existe um público cativo de revistas, que tem afinidade com o veículo, e por causa dessa crise, ficou sem ter revistas de qualidade para ler. O público existe”, diz Peter.

Últimas notícias