Barraco do Leblon: “Vou processar. Não pago mulher”, diz motorista de conversível

Wilton, conhecido como Wil, está revoltado com a situação

atualizado 27/09/2020 8:32

Reprodução/Instagram

Wilton Vacari viu sua vida se transformar neste sábado após vídeos dele dirigindo seu carro conversível com duas amigas de biquíni pelas ruas do Leblon viralizar devido a uma briga.

A arquiteta Aline Araújo, que jogou água nas mulheres do carro e acabou sendo agredida, fez uma série de vídeos falando que elas seriam “moças da vida” e que o motorista estaria “pagando as mulheres”.

Wilton, conhecido como Wil, está revoltado com a situação.

“Só pra constar, sou engenheiro da Petrobras concursado, não pago mulher, minhas amigas são mulheres que trabalham, e se sustentam, não banco ninguém porque não preciso disso. Os vídeos estão circulando nos meus grupos de trabalho e isso mancha minha imagem perante a minha empresa. Vou processar a arquiteta e o homem covarde que agrediu Sheila dentro do meu carro. Fui lesado. Até minha avó recebeu esses vídeos”.

0

O motorista conta que não aconteceu cenas obscenas no carro e que eles apenas teriam se beijado:

“Sempre ando de carro com a capota aberta com as minhas amigas, pra mim é uma coisa natural, quem é meu amigo ou me acompanha no Insta sabe que eu faço isso toda semana. Vim beijando uma, depois outra, depois elas se beijavam. Coisa mais que normal para sociedade de hoje em dia. Faço isso toda semana grande, jamais iria passar no Leblon, onde sou cria, fazendo cenas obscenas ou preliminares. Foi o que a menina achou de desculpa pra tentar aliviar um pouco o erro dela”, revelou.

Últimas notícias