Sesc-DF registra caso de coronavírus em paciente sem sintomas

Serviço Social do Comércio passou a oferecer exame para o novo coronavírus como forma de isolar em quarentena pacientes assintomáticos

atualizado 20/04/2020 16:23

testagem de coronavírus no Sesc-DF Rafaela Felicciano/Metrópoles

Desde que passou a oferecer testagens para o novo coronavírus na última semana, o Serviço Social do Comércio (Sesc-DF) diagnosticou, nesta segunda-feira (20/04), o primeiro caso de paciente com Covid-19. Trata-se de um jovem que mora em Sobradinho e não apresentava sintomas da doença. Ele realizou o exame na última sexta-feira (17/04).

De acordo com o presidente do Sindicato dos Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas (SindLab-DF), Alexandre Bittencourt, o conveniado decidiu fazer o teste por “livre e espontânea vontade” assim que tomou conhecimento que a Federação do Comércio (Fecomércio-DF) anunciou a realização dos exames para associados.

“O paciente não apresentava sintomas, apesar de tosse, e foi contaminado recentemente. A partir de agora, notificamos a Secretaria de Saúde e passamos a monitorar o paciente diariamente. Ele vai se tratar em casa, a princípio, enquanto não desenvolver a doença. Orientamos que ele fique em casa para, assim, evitar a contaminação de outras pessoas”, explicou.

Segundo Bittencourt, esse é um dos principais objetivos da campanha de testagem em massa. “Temos uma grande rede de laboratórios conveniados para auxiliar as testagens do governo para encontrar os pacientes positivos para Covid-19. Sem o resultado, o paciente se descuida e acaba, sem saber, contaminando outras pessoas”, explicou.

Exame

A convite do Sesc-DF, o Metrópoles foi conhecer de perto a estrutura montada na unidade da 504 Sul para realizar a testagem dos associados e o passo a passo, da chegada até a coleta do sangue. O resultado detalhado sai após 24 horas do procedimento. O resultado deu negativo tanto para o repórter quanto para o cinegrafista.

“O exame se faz necessário porque, muitas vezes, o paciente assintomático está vivendo a vida dele, trabalhando, voltando pra casa e transmitindo esse vírus. Eles estão aparentemente bem, com a vida plena e, sem os cuidados devidos, acabam proliferando a infecção para outras pessoas. Por isso, isolar esse paciente na quarentena se faz tão necessário”, explicou na oportunidade a clínica-geral Lucce Lopes, coordenadora do Serviço Médico do Sesc-DF.

Veja a reportagem:

Conveniados

Uma das principais da cidade, a unidade da 504 Sul foi completamente descaracterizada para receber a nova demanda. Boxes foram instalados internamente de forma provisória e um rigoroso controle é feito a quem quer ter acesso às dependências do local.

Ao realizar o exame, o paciente também passará por uma consulta médica. O Laboratório Central dos Exames de Brasília realiza o procedimento na unidade. O valor para os dois serviços (consulta e exame Covid-19) é de R$ 199 à vista, ou pode ser parcelado em até três vezes no cartão de crédito. O custo do “combo” é 50% mais barato que o do mercado. O horário de atendimento é sempre pela manhã, das 9h às 12h.

O presidente da Fecomércio-DF, Francisco Maia, explica que a medida é uma ação importante de diagnóstico do coronavírus. “A parceria vai fornecer exames e consultas com 50% de desconto. Tudo isso para colocar à disposição do trabalhador do comércio mais uma opção de acesso a esse tipo de testagem”, explicou.

Últimas notícias