*
 
 

Um encontro realizado na manhã desta quarta-feira (16/5), na casa do deputado federal Rogério Rosso (PSD), pode mudar os rumos da eleição no Distrito Federal. O senador Cristovam Buarque (PPS) e Jofran Frejat (PR), pré-candidato ao Palácio do Buriti, assinaram um “comunicado” para sinalizar uma grande aliança que tem por objetivo bater o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) nas urnas. O socialista tentará a reeleição.

“Achamos por bem retomarmos as conversas e tentar a união em uma só chapa”, explicou Rosso. O anfitrião faz parte de um grupo que reúne, além de Cristovam, o deputado federal Izalci Lucas (PSDB), Alírio Neto (PTB) e Wanderley Tavares (PRB). Os três sonham em comandar o governo do DF.

A articulação, entretanto, não agradou alguns partidos até então aliados. Tido como uma das possibilidades de encabeçar a chapa pelo grupo, Alírio Neto disse ter sido surpreendido com a notícia e anunciou que está deixando a composição.

“Não existe a possibilidade de me unir a eles. Participei das conversas iniciais, e como não concordei com as decisões que estavam sendo tomadas, passei a construir outro caminho. Fiz isso antes e faço de novo”, afirmou. Conforme adianto o ex-distrital do PTB, ele passará a buscar novas possibilidades. “Amanhã, já irei ao encontro de Eliana Pedrosa (pré-candidata pelo Pros) e tentaremos uma nova composição”, disse.

Coalizão
Um dos objetivos, de acordo com Cristovam, é acalmar os ânimos de quem anseia pela definição das chapas nas próximas horas. “Não haverá um anúncio hoje. Nosso compromisso será tentar articular uma grande coalizão até o último momento”, afirmou o parlamentar.

Ao ser questionado se essa parceria incluiria dividir o palanque com Frejat, Cristovam fez mistério: “não exclui”. Segundo antecipou o senador, novos encontros em busca de uma “grande aliança” de oposição à Rollemberg ocorrerão nos próximos dias.

Veja o comunicado:

Reprodução

 

“Nossos caminhos podem seguir juntos porque temos, todos, o propósito de resgatar Brasília desta situação lamentável onde chegamos. Vamos sempre trabalhar para construir uma chapa que represente a mudança desejada pela cidade”, completou Jofran Frejat.

O tucano Izalci Lucas engrossa o discurso da construção de uma grande aliança. “Precisamos superar o debate de nomes e partidos. Temos um objetivo em comum. Não teria nenhum problema de dividir uma chapa com quem tem os mesmos compromissos”, garantiu.

Terceiro cotado a disputar o Palácio do Buriti, Wanderley Tavares (PRB) defende a aproximação com Frejat, mas diz não acreditar na junção das duas chapas. “Sou favorável desde que a negociação para a construção da chapa recomece do zero, mas não creio que ficará apenas uma chapa no final da história. Queremos mesmo é trazer o Frejat para cá”, disse ao descartar desistir da possibilidade de ser o escolhido como cabeça de chapa.



GDFeleições 2018Cristovam Buarquejofran frejat
 


COMENTE

Ler mais do blog