Paulo Chagas registra candidatura ao Buriti e promete Lava Jato do DF

Plano de governo do general e candidato do PRP prevê criação de força-tarefa para prevenção e combate à corrupção composta por órgãos do GDF

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 14/08/2018 17:31

O PRP registrou a candidatura do general Paulo Chagas ao Palácio do Buriti, na tarde desta terça-feira (14/8), no Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF). A coligação batizada de Brasília Acima de Tudo terá como candidato a vice-governador o presidente do PRP-DF, Adalberto Monteiro. Ao Senado, foram lançados o presidente de honra do PRTB-DF, brigadeiro Átila Maia, e o bispo Fadi Faraj (PRP).

A criação da “Lava Jato do DF” está entre as promessas do plano de governo de Paulo Chagas. Conforme consta nas diretrizes dele para a Controladoria-Geral do DF, a ideia é “construir uma força-tarefa de prevenção e combate à corrupção”. O grupo contaria “com o apoio dos demais órgãos do GDF e em constante articulação com o Ministério Público e o Tribunal de Contas”.

A Lava Jato nacional foi deflagrada em 2014 pela Polícia Federal e segue em andamento.

Outra promessa do programa de 25 páginas é a equiparação salarial da Polícia Civil do DF com a Federal, além de “consequente nivelamento remuneratório entre as demais agências de segurança pública”.

Paulo Chagas ainda se compromete a eliminar os supersalários de um eventual governo, limitando ao teto constitucional as remunerações dos servidores da administração direta e indireta. A ação seria aplicada e fiscalizada por duas pastas: a Procuradoria-Geral do DF e a Controladoria-Geral.

Confira a íntegra do documento:
Programa de governo Paulo Chagas (PRP) by Metropoles on Scribd


SOBRE O AUTOR
Isadora Teixeira

Formada pelo Centro Universitário Iesb, atua como repórter do Metrópoles desde 2017. Na editoria de Cidades, cobre assuntos políticos relacionados ao Distrito Federal

Últimas notícias