ONG oferece banho em unidade móvel para moradores de rua no DF

Adquirida por cerca de R$ 40 mil, a carreta também dispõe de roupas, alimentação, cobertor e tratamento para combate ao uso de drogas

JP Rodrigues/ Metrópoles

atualizado 28/11/2019 21:06

A organização não governamental Salve a Si adquiriu um banheiro móvel para oferecer banho gratuito à população em situação de rua do Distrito Federal. Conhecida pelo trabalho social de acolhimento de dependentes químicos, a entidade conseguiu comprar o equipamento com três banheiros (sendo dois femininos), além de vestiário, perfumaria e local adaptado para banhos de cadeirantes.

O valor total do projeto se aproxima dos R$ 40 mil. A estreia ocorre na noite desta quinta-feira (28/11/2019), no Setor Comercial Sul.

Pela falta de estrutura nas ruas, as pessoas precisam improvisar para cuidar da higiene pessoal. Em alguns casos, elas tomam banho de balde ou em espelhos d’água, no centro de Brasília (foto em destaque). Sem garantia de qualidade da água, passam pelo risco de contaminação.

O projeto, que conta com o apoio de 100 voluntários, oferece estrutura para higiene pessoal, com direito à água aquecida digitalmente e chuveiro de alta pressão. A energia da carreta é produzida por gerador próprio, com aquecimento a gás.

 

0

 

Cada banheiro ainda conta com duas pias e produtos como shampoo, sabonete, perfume, desodorante, talco, creme hidratante, além de escova e pasta de dente. Por viver de doações, a entidade realizou inúmeros eventos para arrecadar o valor necessário para o projeto.

“Nosso maior objetivo é a construção de um vínculo com as pessoas em situação de rua para que elas possam sair do estado de uso de crack e de outras drogas. De forma que possam buscar ajuda e recuperação para não morrerem na violência que o uso de drogas produz”, explicou o presidente da Salve a Si, José Henrique França.

Além do “banho de amor”, como é chamado pelos organizadores, o programa também leva para as visitas psicólogos e terapeutas. Ainda há doação de roupas, cobertores, sopa, suco, água e chocolate quente, tudo com direito a música ao vivo.

Um dos apoiadores do projeto é o guitarrista Kiko Peres, da banda Natiruts. A estimativa da entidade é oferecer até 50 banhos e mil sopas por semana.

Veja o vídeo:

Salve a Si

A ONG Salve a Si foi fundada há 11 anos e tem como principal objetivo a recuperação e reinserção na sociedade de dependentes de substâncias psicoativas (álcool e drogas), além de fornecer apoio a familiares dos pacientes. O tratamento pode levar entre seis e 12 meses, e é realizado por profissionais especializados. Desde a fundação, a entidade já acolheu mais de duas mil pessoas em situação de dependência química.

Quem quiser ajudar os projetos tocados pela ONG pode acessar o site da Salve a Si, entrar em contato com Henrique pelo telefone (61) 99997-5010, ou ainda fazer a doação por meio de depósito em conta bancária.

Razão Social: ONG Salve a Si
CNPJ: 11.208.669/0001-90

Banco do Brasil:
Agência: 2887-8
Conta Corrente: 14875-X

Caixa Econômica Federal:
Agência: 2893
Operação: 003
Conta Corrente: 00002033-4

Últimas notícias