Ibaneis sobre crise com Filippelli: “Queremos o bem do nosso partido”

Governador e presidente do MDB-DF estiveram reunidos na noite de segunda-feira (20) e apareceram juntos publicamente na manhã desta terça

Igo Estrela/Metrópoles

atualizado 01/05/2019 12:55

O governador Ibaneis Rocha (MDB) está decidido a selar a paz com o presidente do MDB-DF, Tadeu Filippelli, após embate público travado pelo comando da legenda, conforme revelado pelo Metrópoles. Depois da decisão do dirigente nacional do partido, Romero Jucá, de adiar as eleições para o diretório regional, os dois se encontraram na noite de segunda-feira (29/04/2019).

Nesta terça-feira (30/04/2019), Filippelli participou de uma agenda oficial de Ibaneis. Ambos devem se encontrar com Jucá ainda hoje, assim que o cacique emedebista aterrissar em Brasília.

“Foi uma conversa muito positiva. Nós dois temos a vontade de que esse episódio seja encerrado de forma madura. O que queremos é o bem do nosso partido e isso nos ajuda a chegar a um consenso rapidamente. Tanto que o convidei para me acompanhar pela parte da manhã e ele esteve comigo”, disse Ibaneis à coluna.

O governador defende a renovação partidária e a indicação do presidente da Câmara Legislativa (CLDF), Rafael Prudente, para ser o sucessor na direção regional da agremiação. Na composição que está sendo costurada entre os dois políticos, Ericka Filippelli, nora de Tadeu Filippelli e atual secretária da Mulher no governo de Ibaneis, assumiria a vice-presidência da sigla.

A presença de Filippelli no evento desta terça em Ceilândia abrandou os comentários de que os dois correligionários estariam em rota de colisão.

Últimas notícias