Ibaneis anuncia Éricka Filippelli como futura secretária da Mulher

Nora do ex-vice-governador Tadeu Filippelli, a publicitária foi candidata à Câmara Legislativa, mas não se elegeu

Reprodução/YoutubeReprodução/Youtube

atualizado 30/10/2018 16:39

O governador eleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou, na tarde desta terça-feira (30/10), Éricka Filippelli (MDB) como a futura secretária da Mulher na gestão emedebista. O convite foi feito na manhã e prontamente foi aceito pela publicitária. “Ela trabalha muito, é ficha-limpa e vai nos ajudar bastante”, afirmou o novo chefe do Executivo local.

Éricka é nora do ex-vice-governador Tadeu Filippelli (MDB) e disputou cadeira na Câmara Legislativa neste mês, mas não foi eleita. Ela conquistou pouco mais de 4 mil votos no pleito.

Com 39 anos, a ex-candidata é atual presidente do MDB Mulher do Distrito Federal e ocupa o cargo de tesoureira do MDB Mulher nacional. Como os filhos de Tadeu Filippelli não demonstraram interesse em ingressar na vida pública, coube a Éricka se lançar na política.

SOBRE OS AUTORES
Ana Luiza Vinhote

Formada em jornalismo desde 2017 pelo Centro Universitário Iesb, trabalhou como repórter de Cidades no Metro Jornal. Estagiou na redação do Correio Braziliense e na assessoria do Ministério das Comunicações e da Câmara dos Deputados.

Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias