HFA diz estar pronto para enfrentar a pandemia de coronavírus

Unidade é responsável pelo atendimento a presidente e ministros

homem caminha em frente a hnospitalIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 23/03/2020 20:26

Infectologista do Hospital das Forças Armadas (HFA), o médico Hemerson dos Santos Luz garante que a unidade está pronta para receber os pacientes com sintomas do novo coronavírus. Além de militares, o HFA é também responsável por atender o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e os ministros.

Em vídeo produzido pelo próprio hospital, o médico informou que uma estrutura foi montada com o intuito de facilitar a separação das pessoas que apresentam algum sinal de contaminação pela Covid-19.

“Fazemos uma triagem inicial, na qual os sintomáticos respiratórios, aqueles que têm síndromes gripais, e que ainda não sabem se são relacionadas ao coronavírus, vão para uma sala onde iremos verificar alguns requisitos. Caso as respostas aumentem as chances de ser positivo, ele vai ser testado para a doença”, disse.

“Os que estão sob suspeita ficarão numa área específica para isso, que foi montada pela administração do hospital na entrada da emergência. Nessa área, o paciente fará exames e será avaliado pelo médico. O nosso fluxo de pacientes está muito bem organizado, mas pode sofrer alterações. Mas estamos preparados”, emendou o especialista.

Veja o vídeo:


Decisão judicial

Na sexta-feira (20/03), a Justiça Federal determinou que o Hospital das Forças Armadas informasse à Secretaria de Saúde do Distrito Federal a “lista de pacientes com sorologia positiva para a Covid-19”.

Toda a comitiva do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que viajou aos EUA, realizou o exame no HFA para verificar a presença do novo coronavírus. Todos estão na lista de pacientes que deverá ser comunicada ao GDF.

A decisão atendeu a pedido, em tutela de urgência, do governo local. Caso o HFA não cumpra a determinação, foi estipulada multa de R$ 50 mil por paciente cuja informação for omitida.

Últimas notícias