*
 
 

Pré-candidatos do PDT-DF ao Legislativo, o presidente nacional da Frente Favela Brasil, o servidor público Derson Maia, e a ex-secretária de Igualdade Racial do Distrito Federal e advogada Josefina Serra – conhecida como Doutora Jô – prometem inovar nas eleições com uma “candidatura coletiva”.

O objetivo é inserir na corrida eleitoral o maior número possível de pessoas que representem segmentos da sociedade, como mulheres, negros e ciclistas, além de moradores da periferia.

Derson tentará uma cadeira na Câmara dos Deputados, e Jô, uma vaga na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Segundo ele, a população poderá ser “cocandidata”.

“Seria uma maneira de a gente ter um mandato ‘ubuntu’, uma filosofia africana pela qual nós só somos o que somos por meio de outros”, explicou. A ideia é lançar um site para que os cidadãos possam participar da elaboração das propostas, além de divulgar carta de compromisso na qual as lideranças poderão opinar sobre a redação de leis.

Derson e Jô compartilham histórias em comum. De origem pobre, os dois superaram o preconceito racial e social, e hoje lutam para trazer ao debate uma agenda política da população negra.

Além da representatividade, defendem a implementação de políticas públicas nos setores de infraestrutura e educação. Derson ainda levanta a bandeira da reestruturação do setor público para acabar com a desigualdade nas carreiras.

Os dois lançarão as pré-candidaturas oficialmente em uma transmissão ao vivo, a partir das 20h30 de sexta-feira (15/6), no Instagram e no Facebook.



 


PDT-DFDoutora JôDerson Maia