DF: por falta de kits, 7 pontos para testagem de comerciários são suspensos

Embora coordenadas pelo Sistema S e Fibra, unidades dependiam do abastecimento feito pela Secretaria de Saúde, que não ocorreu

atualizado 28/05/2020 15:54

Pelo menos sete pontos montados para testar gratuitamente os comerciários do Distrito Federal foram suspensos, nesta quinta-feira (28/05), por falta de kits para diagnóstico do novo coronavírus. O exame é uma das exigências do Governo do Distrito Federal (GDF) para que as lojas de rua e shoppings voltem a funcionar durante a pandemia da Covid-19.

O Metrópoles apurou a falta de exames no início da tarde desta quinta-feira no Taguapark, Gama, Guará, Ceilândia, Sobradinho e Taguatinga Sul. A única unidade que ainda está em funcionamento é a do Serviço Social do Comércio (Sesc) da 504 Sul, mas a previsão é de que o estoque termine até o fim do dia.

Pelo acordo firmado, a Secretaria de Saúde ficaria responsável pelo abastecimento dos pontos montados pela Federação do Comércio (Fecomércio-DF), responsável pela logística para diagnosticar integrantes do segmento.

Procurada, a pasta ainda não havia explicado o motivo do desabastecimento até a publicação desta reportagem.

Testagem

A testagem dos comerciários começou a ser realizada na manhã da última terça-feira (26/05), inicialmente apenas na unidade do Sesc-DF da 504 Sul. Com as grandes filas formadas, os pontos para a realização do exame com apoio da entidade foram ampliados para oito. A princípio, a meta era atender a 500 comerciários por dia em cada unidade.

0

Últimas notícias