CEB busca compradores para terreno de R$ 10 milhões na Asa Norte

Inscrição de propostas foi adiada para 24 de outubro. Empresa está à procura de recursos para reduzir dívidas

atualizado 07/10/2019 19:55

Michael Melo/Metrópoles

A CEB Distribuição, subsidiária da Companhia Energética de Brasília (CEB), prorrogou o prazo para o recebimento de propostas destinadas à compra de um dos terrenos mais caros da empresa, localizado na Asa Norte. A ideia é ampliar a competitividade do certame. A abertura inicial para recebimento das ofertas estava prevista para 3 de outubro. Nesta segunda-feira (07/10/2019), foi publicada, no Diário Oficial do DF, a extensão do prazo para o dia 24 deste mês, às 10h.

A venda faz parte de uma política da empresa para tentar amenizar um rombo de R$ 1,15 bilhão nas contas. O valor foi informado pela CEB ao Metrópoles nesta segunda-feira. Foram abertas licitações para cinco terrenos da empresa, localizados no Lago Sul, Guará I, Riacho Fundo I, Cruzeiro Velho e Asa Norte.

Juntos, os imóveis estão avaliados em R$ 16,7 milhões. O valor do terreno mais caro, o da Asa Norte, está estimado em R$ 10,2 milhões. O tipo de certame é o de maior oferta.

A alienação do patrimônio da empresa faz parte do plano de privatização da estatal e visa estancar o rombo no caixa da companhia. “Precisamos fechar 2019 com R$ 350 milhões e débito mínimo de R$ 120 milhões. A maior parte das dívidas está sendo amortizada, o que causa grande pressão no fluxo de caixa. A última emissão de debêntures, lançada em outubro, ainda está no período de carência, mas pagando juros”, afirmou a companhia, por meio de nota.

Últimas notícias