NYFW rumo ao progresso sob o comando de Tom Ford. Saiba o porquê!

A mudança faz parte de uma série de implementações que farão parte da reformulação do evento

atualizado 11/05/2019 19:00

Roy Rochlin/Getty Images

Criticado há anos pela falta de criatividade e excesso de desfiles, o New York Fashion Week está passando por mudanças. No fim de março, Tom Ford assumiu a presidência do Conselho de Estilistas Norte-Americanos (CFDA), depois de 13 anos com Diane von Furstenberg no comando. O designer começará a atuar oficialmente em junho, mas já está a todo vapor.

Ford atendeu a uma demanda antiga do público e anunciou que a programação da semana de moda será reduzida. O calendário passará a ter cinco dias e cinco noites.

Vem comigo!


Além de ser a mais comercial do circuito internacional, a Semana de Moda de Nova York tem outras diferenças em relação às demais. O atual formato, de sete dias e oito noites, dificulta o orçamento para que compradores e a imprensa estejam presentes durante todo o evento.

De acordo com WWD, o charmain do CFDA quer que a troca para cinco dias de duração já esteja em vigor para a próxima temporada: a primavera/verão 2020, que acontecerá em setembro. Para Ford, essa é uma das medidas que vão resgatar a relevância e a movimentação do NYFW.

“Só existe uma escolha: toda a semana de moda de Nova York seguir rumo à irrelevância ou mudar o calendário, tentando revigorar e acomodar as pessoas da melhor forma possível”, disse o presidente do conselho norte-americano ao WWD.

Jeff Vespa/VF1/WireImage/via Getty Images
Tom Ford substituiu Diane von Furstenberg na presidência do CFDA

 

Victor VIRGILE/Gamma-Rapho via Getty Images
Com a grife homônima, Tom Ford participou do evento com coleções marcantes. Agora, terá o desafio de resgatar a relevância da semana de moda

 

Pietro D'aprano/FilmMagic/via Getty Images
Marc Jacobs é um dos poucos estilistas que ainda investem em coleções conceituais no NYFW

 

Roy Rochlin/Getty Images
Tom Ford quer revigorar a Semana de Moda de Nova York. Será que ele conseguirá salvar o evento das duras críticas que tem sido alvo?

Calendário
A mudança no calendário demonstra que Ford está empenhado em redefinir o conceito da semana de moda nova-iorquina. No entanto, há um árduo caminho pela frente no Conselho de Estilistas Norte-Americanos. Há algum tempo, a organização tem recebido críticas por não fornecer apoio suficiente aos membros.

Além disso, o estilista terá que se desdobrar para levar uma nova essência ao evento. Nas últimas edições, o NYFW foi apontado pela mídia especializada por não inovar e manter coleções pouco atraentes.

Colaborou Rebeca Ligabue

Últimas notícias