LFW: Burberry busca a própria evolução na primavera/verão 2020

Riccardo Tisci misturou referências vitorianas, alfaiataria e um toque streetwear para reinventar o futuro da grife britânica

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty ImagesJeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images

atualizado 16/09/2019 19:04

Nesta segunda-feira (16/09/2019), a Burberry apresentou a coleção de primavera/verão 2020, intitulada Evolution (Evolução). Fundada em 1856, a grife britânica é uma das mais aguardadas na Semana de Moda de Londres. Depois de apostar em visuais fortes e cores vibrantes no outono/inverno, o diretor criativo Riccardo Tisci optou por uma paleta neutra, mais puxada para o cinza e o bege. Desta vez, ele renova as peças de alfaiataria e traz referências da Era Vitoriana (1837-1901), sem deixar de lado seu toque street. “É a evolução do reino Burberry”, definiu o estilista.

Vem comigo conferir!

Um som de piano quebrou o silêncio do espaço escuro onde ocorreu a apresentação. Aos poucos, as luzes revelaram uma instalação na passarela, ao mesmo tempo em que a música ganhava um tom mais eletrônico. Em seguida, o desfile começou.

Já nos primeiros looks, foi possível notar que a alfaiataria desempenha um grande papel nesta coleção. Passeia da vibe mais clássica, com terninhos monocromáticos e recortes simples, até produções mais complexas e modernas. Entre elas, versões do famoso trench coat da marca, como um modelo bege oversized.

Nesta temporada, a pegada street de Tisci divide espaço com referências da Era Vitoriana. A inspiração de época surge em mangas bufantes, rendas, babados e espartilhos.

Como o próprio designer descreveu, “esta é uma coleção inspirada em nosso passado e dedicada ao nosso futuro.”

Entre vestidos fluidos e conjuntos de alfaiataria, destaque para o movimento das franjas e caudas. Outro detalhe marcante é o contraste de preto e branco, seja na combinação de peças, seja nas estampas. O xadrez clássico da grife ganhou uma versão cinza, assim como o monograma TB.

Para os vestidos de noite das estações quentes de 2020, o estilista explorou transparências e delicadeza. Os últimos tinham penas de avestruz e plumas, com um toque pra lá de sofisticado.

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
As linhas deste conjunto lembram a pegada de montaria da Hermès e as próprias criações de Tisci nas coleções anteriores da Burberry

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Franjas acompanham vários looks desta coleção

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
As caudas, particularmente, dão um movimento diferenciado às peças de alfaiataria

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Blusa fluida e estampada

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
A estampa retrô, com árvores e animais, aparece também nas peças deste look

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Detalhe estilo capa, aos moldes das blusas usadas recentemente por Cate Blanchett

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
O famoso xadrez da marca ganhou esta versão com fundo cinza

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Depois de ousar com cores vibrantes no outono/inverno 2019/20, Tisci traz uma paleta mais sóbria para esta temporada

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Xadrez e listras em preto e branco, duas cores bem recorrentes nesta coleção

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
A marca voltou a investir em espartilhos, detalhe vitoriano presente na coleção de estreia de Tisci

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Os babados também dão um tom vitoriano…

 

Ian West/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
… Assim como as mangas vintage!

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Conjunto com vibe street e tudo a ver com a ideia de evolução, já que tem um visual bem moderno

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Mix de xadrez e um toque casual

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Conhecida pelos trench coats, a marca traz novas versões nesta temporada. Entre elas, a oversized

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Vestido festivo com detalhes românticos

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Este, com plumas e penas, mistura feminilidade e uma nostalgia dos anos 1990 com o comprimento

 

Jeff Spicer/BFC/Getty Images for BFC via Getty Images
Este modelito com plumas encerrou o desfile

 

Dua Lipa, Naomi Campbell, Rosalía, FKA Twigs e Carla Bruni marcaram presença no show, que ocupou o Troubador White City Theatre, no oeste de Londres. A fachada geométrica do espaço foi decorada com o logotipo da marca, lançado pouco antes da estreia de Tisci, em 2018.

No centro da pista, a marca instalou uma espécie de sistema de som com design inspirado na Era Vitoriana. Já o revestimento do chão, marrom e com aspecto rústico, faz referência à paleta da coleção.

Reprodução/Instagram/@burberry
Fachada do Troubador White City Theatre, no oeste de Londres

 

Reprodução/Instagram/@burberry
Os modelos desfilaram ao redor desse sistema de som com inspiração vitoriana

 

Reprodução/Instagram/@burberry
Segundo a Burberry, toda a produção do desfile foi carbon neutral

 

A Burberry de Tisci está cada vez mais envolvida com a pegada ecológica: parou de usar peles de animais, anunciou a redução do uso de plástico e deixou de queimar as sobras das coleções. Antes do desfile desta segunda-feira (16/09/2019),  a marca revelou, pelo Instagram, que o evento foi todo certificado como “carbon neutral”.

Desde a produção do show até as viagens dos convidados, as emissões de gases foram compensadas com projetos que atuam na conservação e no combate ao desmatamento da floresta Amazônica.

 

Colaborou Hebert Madeira

SOBRE O AUTOR
Ilca Maria Estevão

Bacharel em psicologia pela Universidade Georgetown, em Washington D.C. (EUA). É apaixonada por moda e acompanha toda movimentação no universo fashion.

Últimas notícias