Conselho de Moda Britânico desincentiva uso de pele animal

Estilistas optaram por moda mais consciente para a nova temporada. Confira!

Getty ImagesGetty Images

atualizado 08/09/2018 16:41

E viva a sustentabilidade! O British Fashion Council (Conselho de Moda Britânico) declarou nessa sexta-feira (7/9) que, nesta temporada, a Semana de Moda de Londres, de forma geral, não terá peças de pele de origem animal.

Em outros países, Michael Kors, Ralph Lauren, Versace e Gucci já aderiram à medida e a última novidade apareceu na passarela de abertura da New York Fashion Week, na quarta (5). Tom Ford investiu em bolsas, casacos e acessórios que imitam couro de crocodilo.

Vem comigo saber mais!

 

A semana como um todo será fur free. A presidente do conselho, Caroline Rush, revelou que a ideia não é proibir o uso de pele, e sim incentivar uma alternativa, em prol da moda mais consciente.

Entre as marcas que desfilam no London Fashion Week, a Burberry tem sido alvo constante de protestos e, recentemente, causou polêmica quando demonstrou uma preocupação maior com o status da label do que com o meio ambiente.

A grife queimou milhões em sobras de estoque sob o argumento de proteger o nome. A intenção era evitar que peças de coleções passadas fossem vendidas a preços acessíveis ou reutilizadas por outros estilistas. Afinal, isso diminuiria o valor da marca dentro do mercado.

 

Getty Images
Ativistas protestaram no lado de fora do desfile de primavera/verão 2018 da Burberry, em setembro do ano passado

 

Getty Images
A grife causava polêmica entre os ativistas pelos direitos dos animais

 

Agora, após muitas críticas e há poucos dias da estreia de Riccardo Tisci como diretor criativo, a Burberry aderiu ao movimento fur free e anunciou que adotará novas medidas para evitar a sobra. Pretende, por exemplo, lançar coleções-cápsula e diminuir a quantidade de peças produzidas.

Do lado de fora dos desfiles, a Burberry era alvo constante de protestos pelo fim do uso de pele nas coleções. O desfile de outono/inverno 2018, na temporada passada, foi marcado por manifestações.

 

Getty Images
A partir de agora, a Burberry irá substituir a pele por réplicas sintéticas

 

Getty Images
Pelo visto, Riccardo Tisci quer deixar uma boa impressão em seu legado na grife

 

Getty Images
A novidade vai na mesma linha de grifes como a Chanel, uma das primeiras a abolir o uso de pele

 

Para outras dicas e novidades sobre o mundo da moda, não deixe de visitar o meu Instagram. Até a próxima!

Colaborou Hebert Madeira

SOBRE O AUTOR
Ilca Maria Estevão

Bacharel em psicologia pela Universidade Georgetown, em Washington D.C. (EUA). É apaixonada por moda e acompanha toda movimentação no universo fashion.

Últimas notícias