*
 
 

Os pré-candidatos a distrital se preparam para concorrer a 24 vagas nas próximas eleições. Mas a presença de um novato pode restringir a disputa a 23 cadeiras.

Aos 35 anos, Daniel Oliveira não é um nome conhecido na cidade. Mesmo assim, tem chances de conseguir um atalho no caminho que leva à Câmara Legislativa.

Isso porque ele é colado em uma das figuras com maior potencial de transferência de votos no DF. Daniel trabalha para José Antônio Reguffe (sem partido) desde 2006, quando o hoje senador foi eleito para a Câmara Legislativa. Atualmente, é quem cuida das redes sociais do parlamentar.

Neste exato momento e até o dia 7/4, Daniel conversa com partidos para ver onde será mais bem acolhido. Se não achar uma sigla que lhe inspire, desistirá. Pelo menos foi o que disse à coluna.

Apesar de neófito, ele foi bem treinado no modo Reguffe de ser. “Estou conversando com alguns partidos. Acredito que política não é vaidade, é independência. Só vou dar andamento ao projeto se encontrar uma sigla que garanta minha autonomia. Quero atuar dentro do que acredito e defendo”, afirmou Daniel.

Ele é gestor por formação e mora em Santa Maria.



Reguffeeleições 2018deputado distrital
 


COMENTE

Ler mais do blog