Um desconhecido muito forte: assessor de Reguffe quer ser distrital

O gestor público Daniel Oliveira, 35 anos, é morador de Santa Maria e trabalha com o atual senador há mais de 10 anos

Arquivo pessoalArquivo pessoal

atualizado 03/04/2018 21:17

Os pré-candidatos a distrital se preparam para concorrer a 24 vagas nas próximas eleições. Mas a presença de um novato pode restringir a disputa a 23 cadeiras.

Aos 35 anos, Daniel Oliveira não é um nome conhecido na cidade. Mesmo assim, tem chances de conseguir um atalho no caminho que leva à Câmara Legislativa.

Isso porque ele é colado em uma das figuras com maior potencial de transferência de votos no DF. Daniel trabalha para José Antônio Reguffe (sem partido) desde 2006, quando o hoje senador foi eleito para a Câmara Legislativa. Atualmente, é quem cuida das redes sociais do parlamentar.

Neste exato momento e até o dia 7/4, Daniel conversa com partidos para ver onde será mais bem acolhido. Se não achar uma sigla que lhe inspire, desistirá. Pelo menos foi o que disse à coluna.

Apesar de neófito, ele foi bem treinado no modo Reguffe de ser. “Estou conversando com alguns partidos. Acredito que política não é vaidade, é independência. Só vou dar andamento ao projeto se encontrar uma sigla que garanta minha autonomia. Quero atuar dentro do que acredito e defendo”, afirmou Daniel.

Ele é gestor por formação e mora em Santa Maria.

SOBRE OS AUTORES
Lilian Tahan

Dirige desde setembro de 2015 o site de notícias Metrópoles. É formada em comunicação social pela Universidade de Brasília (UnB), com especialização em jornalismo digital e gestão de empresa de comunicação pela ISE Business School, instituição vinculada à Universidade de Navarra, na Espanha. Antes do Metrópoles, trabalhou por 12 anos no Correio Braziliense e dois anos na revista Veja Brasília. Ao longo da carreira, conquistou prestigiados prêmios de jornalismo, como Esso, Embratel, CNT, CNI, AMB, MPT, Engenho.

Gabriella Furquim

Formada em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), com experiência em redação, assessoria de imprensa e gestão de comunicação. Atua na área desde 2009. Integrou as equipes de reportagem e edição dos jornais Correio Braziliense e Aqui DF. Em 2014, coordenou a comunicação da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente, Seção Defence for Children Brasil (Anced/ DCI Brasil), e do projeto internacional Red de Coaliciones Sur. De 2015 a 2017, foi assessora de imprensa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Últimas notícias