Secretário de Educação segue internado com Covid-19: sem previsão de alta

Leandro Cruz chegou a ser liberado pelos médicos, mas, três dias depois, no último sábado (24/10), voltou a ser internado com sintomas

atualizado 26/10/2020 18:10

Pedro Ventura/Agência Brasília

Diagnosticado com Covid-19, o secretário de Educação do Distrito Federal, Leandro Cruz, de 50 anos, continua internado sem previsão de alta. O gestor chegou a ser liberado pela equipe médica. Contudo três dias depois, no último sábado (24/10), voltou ao Hospital Santa Luzia, na Asa Sul, para refazer exames e foi internado por “preocupação”, segundo informações da equipe médica.

De acordo com o boletim médico assinado pelo infectologista Gilberto Nogueira e pelo coordenador do Centro de Terapia Intensiva do hospital, Marcelo Maia, Cruz “evoluiu com melhora, de acordo com avaliação clínica e tomografia”.

O texto, divulgado pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde na tarde desta segunda-feira (26/10), informa que o secretário será submetido a novos exames na próxima quarta-feira (28/10).

Isolamento domiciliar

O titular da Educação foi diagnosticado com Sars-Cov-2 no último dia 14, quando precisou entrar em quarentena, conforme revelou a coluna Grande Angular. Ao receber liberação dos especialistas, o secretário permaneceu em isolamento domiciliar até que fosse totalmente autorizado a retomar as atividades presenciais.

Antes de precisar de cuidados mais imediatos, o secretário apresentou febre constante e muito cansaço, mas com estado de saúde bom. Ao receber a alta médica, o boletim do hospital informou que Leandro Cruz seguiria “sob cuidados médicos domiciliares”.

Últimas notícias