OAB-DF aprova contas de 2018 da gestão Juliano Costa Couto

Os números receberam o aval dos conselheiros por unanimidade. Agora, os dados seguem para apreciação do Conselho Federal

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 02/12/2019 15:37

O Conselho Pleno da OAB-DF aprovou por unanimidade as contas de 2018, último ano da gestão do ex-presidente Juliano Costa Couto.

Segundo a atual gestão, que julgou as contas do exercício anterior, a ausência de repasse de R$ 600 mil da OAB-DF para o Conselho Federal da Ordem teria atrasado a apreciação dos números. Em geral, essa análise é feita no primeiro semestre do ano.

“O Conselho Federal perdoou a dívida, liberando o caminho para aprovar as contas”, disse o presidente da OAB-DF, Délio Lins e Silva Júnior.

Para Juliano Costa Couto, a aprovação é um “reconhecimento do compromisso com o dinheiro da advocacia do DF”.

Agora, os números seguem para avaliação do Conselho Federal da OAB.

SOBRE OS AUTORES
Lilian Tahan

Dirige desde setembro de 2015 o site de notícias Metrópoles. É formada em comunicação social pela Universidade de Brasília (UnB), com especialização em jornalismo digital e gestão de empresa de comunicação pela ISE Business School, instituição vinculada à Universidade de Navarra, na Espanha. Antes do Metrópoles, trabalhou por 12 anos no Correio Braziliense e dois anos na revista Veja Brasília. Ao longo da carreira, conquistou prestigiados prêmios de jornalismo, como Esso, Embratel, CNT, CNI, AMB, MPT, Engenho.

Isadora Teixeira

Formada pelo Centro Universitário Iesb, atua como repórter do Metrópoles desde 2017. Na editoria de Cidades, cobre assuntos políticos relacionados ao Distrito Federal

Últimas notícias