Ibaneis desautoriza secretaria e manda retirar propaganda com foto dele

Segundo o governador, iniciativa da pasta de Turismo não contou com respaldo do próprio GDF

Lúcio Távora /Especial para o MetrópolesLúcio Távora /Especial para o Metrópoles

atualizado 11/02/2019 14:49

A campanha “Uma nova Brasília recebe um novo Brasil” repercutiu neste sábado (9/2), mas não da maneira que o GDF gostaria. O governador Ibaneis Rocha (MDB) mandou retirar a peça veiculada em um painel eletrônico na pista que leva ao Aeroporto de Brasília, pois a propaganda mostrava o slogan oficial com uma foto do emedebista.

Conforme noticiado pelo Metrópoles na manhã deste sábado (9), exibições como a do outdoor de Ibaneis ferem o princípio de impessoalidade previsto no artigo 37 da Constituição Federal. É vedada, portanto, a promoção de autoridades em propagandas institucionais.

Responsável pelo episódio, a Secretaria de Turismo entrou numa saia justa e foi desautorizada pelo governador na manhã deste sábado. “Já mandei tirar minha imagem. A pasta fez sem consultar. Não gosto desse tipo de divulgação. O que tem que ser divulgado é a cidade, não eu”, afirmou Ibaneis.

A campanha não só desagradou ao governador como feriu normas estipuladas pelo próprio Palácio do Buriti no primeiro dia da atual gestão. Segundo o Decreto n° 39.610/2019, que versa sobre a estrutura da administração pública do Distrito Federal, publicado no Diário Oficial do DF de 1º de janeiro, cabe à Secretaria de Comunicação (Secom) “executar a publicidade governamental e campanhas educativas e de interesse público”. Em outras palavras, a Secretaria de Turismo invadiu competência reservada à pasta de Comunicação.

Confira o texto do decreto:

DODF/Reprodução
DODF de 1° de janeiro deste ano

 

Neste sábado (9), a Secom publicou nota sobre o caso: “A Subsecretaria de Publicidade e Propaganda da Secretaria de Comunicação do DF esclarece que não aprovou nem autorizou qualquer ação ou campanha publicitária para divulgar o Governo do Distrito Federal e tampouco permitiu a utilização indevida da imagem do governador em peças ou engenhos publicitários”.

Responsabilidade
Quem também se manifestou foi a empresa de publicidade Alúmi, que assumiu a responsabilidade pelo engenho. “A veiculação dos referidos outdoors é uma iniciativa privada e de total responsabilidade da empresa, que usou de sua livre manifestação de ideias para homenagear o governador Ibaneis Rocha por sua vitória e pelo momento de esperança vivido pelo DF.”

Ainda de acordo com a Alúmi, “a empresa já havia realizado campanha semelhante, também por iniciativa própria e sem qualquer contrapartida pública, em relação à eleição do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro”, e decidiu usar “layout similar à campanha realizada pela Secretaria de Turismo” para “manter a harmonia visual da campanha realizada pela pasta”.

Ofício assinado pela secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, informa que a campanha foi 100% bonificada.

Confira, nas fotos abaixo, o outdoor eletrônico com a foto do governador, a nova versão e os painéis no Aeroporto de Brasília:

 

Mercado em polvorosa
Além de repercutir nos corredores do GDF, a campanha inusitada divulgada nesta semana deu o que falar no meio publicitário. Ao notar a ostensiva divulgação, o mercado se alvoroçou, na expectativa de conseguir uma fatia do bolo e de futuras ações de divulgação.

A empolgação, contudo, evaporou rapidamente, pois a campanha, estimada em R$ 1 milhão, ficou restrita a empresas de mídia out of home (OOH), com divulgações em painéis do aeroporto e paradas de ônibus. Foi criada uma ciumeira entre as empresas com outras modalidades de anúncio.

Em menos de uma semana, essa foi a segunda confusão protagonizada pela Secretaria de Turismo. Na segunda-feira (4), Ibaneis teve de segurar a batata quente de um anúncio precipitado, segundo o qual o Grupo Disney estaria interessado em montar seu primeiro parque na América do Sul. O complexo se encarregou de negar a história, depois de a própria secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, apresentar detalhes sobre o suposto negócio.

SOBRE OS AUTORES
Lilian Tahan

Dirige desde setembro de 2015 o site de notícias Metrópoles. É formada em comunicação social pela Universidade de Brasília (UnB), com especialização em jornalismo digital e gestão de empresa de comunicação pela ISE Business School, instituição vinculada à Universidade de Navarra, na Espanha. Antes do Metrópoles, trabalhou por 12 anos no Correio Braziliense e dois anos na revista Veja Brasília. Ao longo da carreira, conquistou prestigiados prêmios de jornalismo, como Esso, Embratel, CNT, CNI, AMB, MPT, Engenho.

Otto Valle

Jornalista com passagens pelas redações do Jornal de Brasília, Aqui DF e Correio Braziliense. É editor de Cidades do portal Metrópoles desde 2015.

Últimas notícias