CLDF vai acelerar ritmo de votação para não estender sessões

Intenção é zerar a pauta, com 32 projetos do governo e 96 de parlamentares. Trabalhos no plenário devem ser concluídos até 13 de dezembro

Filipe Cardoso/Esp. para o Metrópoles

atualizado 19/11/2019 0:00

A Câmara Legislativa (CLDF) vai acelerar o ritmo de votação para não estender os trabalhos no fim de ano. A partir da próxima semana, terça, quarta e quinta-feira serão dias exclusivos para deliberações.

O presidente da Casa, Rafael Prudente (MDB), determinará o cancelamento de audiências públicas e comissões gerais agendadas para esses dias. Normalmente, as votações são feitas só nas terças.

A intenção é zerar a pauta, que conta com 32 projetos do Executivo e 96 dos deputados distritais. Se todos forem a plenário, serão, em média, 14 propostas analisadas por dia.

Mudança nas normas de ocupação do Setor de Indústrias Gráficas (SIG) e construção de seis unidades de pronto atendimento (UPAs) são duas das propostas polêmicas à espera de apreciação.

“Vamos impor um ritmo mais acelerado para não complicar os trabalhos nos últimos dias”, disse Prudente. A decisão foi formalizada nesta segunda-feira (18/11/2019), em reunião no Colégio de Líderes da Casa.

As sessões da Câmara Legislativa vão até 13 de dezembro. Até lá, os deputados ainda precisam votar a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, a qual define as receitas e despesas do governo.

Últimas notícias