CLDF instala painel eletrônico e controle biométrico de presença

Convênio de 36 meses para modernização da Casa custará cerca de R$ 1,9 milhão. Com o recesso, o prédio também passa por limpeza e reparos

atualizado 08/01/2020 19:33

Imagem cedida ao Metrópoles

O fim do recesso parlamentar, previsto para 3 de fevereiro, trará novidades aos deputados distritais. Durante os dias de folga do Legislativo, estão sendo instalados os painéis eletrônicos de votação e o sistema de controle de presença por biometria.

Em vídeo enviado aos colegas, o vice-presidente da CLDF, Rodrigo Delmasso (Republicanos), mostra o andamento das obras e explica aos parlamentares como o sistema funcionará.

Confira:

A Câmara assinou, em outubro de 2019, o contrato para a modernização das sessões plenárias. O convênio de 36 meses custará cerca de R$ 1,9 milhão.

A biometria foi uma das soluções encontradas pela Mesa Diretora para acabar com as suspeitas de irregularidades no ponto dos deputados, como ocorreu com o distrital Robério Negreiros (PSD), que, em 2018, teve participação em sessões plenárias assinada mesmo estando fora do país.

Faxina

As mudanças vão além do plenário. Todos os gabinetes foram pintados e, após oito anos, a caixa d’água da CLDF foi higienizada. O material retirado foi utilizado para lavar as garagens e a portaria do prédio. Também foram realizados reparos como o conserto de um vazamento na rampa de acesso ao plenário.

Veja:

0

O segundo secretário da Casa, Robério Negreiros, solicitou ainda mudanças na parte externa. Por meio de ofícios, pediu ao Governo do Distrito Federal (GDF) a pintura das faixas de pedestre e dos meios-fios nas proximidades do prédio.

Últimas notícias