Após recesso, CLDF terá votações com painel eletrônico

Distritais aprovaram projeto o Projeto de Resolução nº 35/2019, para alterar o artigo nº 194 do regulamento

Igo Estrela/Metrópoles

atualizado 13/12/2019 14:11

Os parlamentares da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) encerraram os trabalhos em plenário nessa quinta-feira (11/12/2019). No retorno às atividades, em 3 de fevereiro, a Casa promete fazer as votações por meio de painel eletrônico.

Para adequar o Regimento Interno da CLDF a essa nova realidade, foi aprovado, na sessão extraordinária de quinta, em segundo turno e redação final, o Projeto de Resolução nº 35/2019, para alterar o artigo nº 194 do regulamento, que trata das votações nominais.

“No retorno aos trabalhos, teremos o painel e os dispositivos instalados nas bancadas, o que possibilitará aos parlamentares a votação pelo sistema eletrônico”, garantiu o vice-presidente da Câmara Legislativa, deputado Delmasso (Republicanos).

A Câmara assinou, no começo de outubro, o contrato para a modernização das sessões plenárias. A medida contará com a instalação de painéis eletrônicos de votação e sistema biométrico de presença dos deputados distritais durante as sessões. O convênio de 36 meses custará cerca de R$ 1,9 milhão.

A biometria foi uma das soluções encontradas pela Mesa Diretora para acabar com as suspeitas de irregularidades no ponto dos deputados, como ocorreu com o distrital Robério Negreiros (PSD), que assinou sua participação em sessões mesmo estando fora do país, em 2018. (Com informações da CLDF)

Últimas notícias