Brasileiros passam 9 horas por dia na internet, diz estudo do Google

Levantamento detectou que o tempo gasto navegando poderia ser mais bem aproveitado se os internautas dominassem ferramentas on-line

ISTOCKISTOCK

atualizado 26/03/2019 6:40

Os brasileiros gastam, em média, nove horas por dia navegando na internet. O tempo em frente aos computadores e smartphones é maior do que o da jornada de trabalho estabelecida pela legislação.

A quantidade de brasileiros conectados também é surpreendente. Sete entre 10 brasileiros estão em alguma rede social – 45% acima da média mundial – e nove em cada 10 usam o YouTube para obter algum conhecimento.

Os números fazem parte de um estudo inédito feito pelo Google. A pesquisa detectou que todas as horas gastas navegando na internet poderiam ser muito mais bem aproveitadas se os brasileiros dominassem ferramentas on-line de acesso, uso, segurança e criação.

Ao ouvirem 2.477 pessoas em 28 cidades brasileiras, os pesquisadores notaram que muitos possuem dificuldades para identificar sites falsos e ameaças, como malwares, apesar de serem cuidados com dados pessoais. No índice que vai de 0 a 5, o domínio de ferramentas de segurança recebeu pontuação de 3,4.

Na análise de habilidades relacionadas ao uso, a classificação também foi de 3,4. Os pontos positivos identificados foram o domínio de aplicativos de mensagem e navegadores. Os negativos incluem o desconhecimento sobre armazenamento de dados e transações on-line.

O maior conhecimento sobre o uso de ferramentas da web pode ter impactos na economia do país, segundo o estudo. Principalmente em grupos como idosos, mulheres jovens e pessoas de baixa renda. De acordo com o estudo, o desenvolvimento de competências digitais pode adicionar US$ 70 bilhões ao Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro.

Os números serão detalhados em um evento fechado para convidados nesta terça-feira (25/3), em Brasília. Também na capital do país, a empresa promove esta semana o primeiro treinamento do projeto Cresça com o Google, cujo foco é a formação e a capacitação digital.

SOBRE OS AUTORES
Lilian Tahan

Dirige desde setembro de 2015 o site de notícias Metrópoles. É formada em comunicação social pela Universidade de Brasília (UnB), com especialização em jornalismo digital e gestão de empresa de comunicação pela ISE Business School, instituição vinculada à Universidade de Navarra, na Espanha. Antes do Metrópoles, trabalhou por 12 anos no Correio Braziliense e dois anos na revista Veja Brasília. Ao longo da carreira, conquistou prestigiados prêmios de jornalismo, como Esso, Embratel, CNT, CNI, AMB, MPT, Engenho.

Gabriella Furquim

Formada em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB), com experiência em redação, assessoria de imprensa e gestão de comunicação. Atua na área desde 2009. Integrou as equipes de reportagem e edição dos jornais Correio Braziliense e Aqui DF. Em 2014, coordenou a comunicação da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente, Seção Defence for Children Brasil (Anced/ DCI Brasil), e do projeto internacional Red de Coaliciones Sur. De 2015 a 2017, foi assessora de imprensa do governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg.

Últimas notícias