Saúde dos pets: sabia que os cães também podem ter caspa?

A dermatite seborreica primária pode ser causada devido à deficiências nutricionais, falta de higienização ou de origem medicamentosa

atualizado 30/01/2020 12:05

Reprodução/FreePik

A caspa em cães é um problema que acomete a maioria das raças, sendo que algumas tem mais facilidade para desenvolver o problema. E assim como nos humanos, a caspa canina é uma descamação excessiva do couro cabeludo do animal, que se estende por todo o corpo do pet. O organismo do bichinho elimina normalmente minúsculas partículas de pele velha, para que seja formada uma nova camada, porém não é perceptível.

Mas no caso da caspa, ocorre a descamação em excesso, soltando assim, partículas em flocos, se assemelhando a “flocos de neve”, podendo ser visualizada com facilidade no pelo do animal.

Existem também uma enfermidade que é, em 90% casos, a causadora da caspa, chamada de dermatite seborreica. A dermatite seborréica, é uma inflamação do couro cabeludo do animal, causando vermelhidão e descamação no corpo todo ou parte dele, e pode ser classificada em dois tipos: dermatite seborréica primária e dermatite seborréica secundária.

A dermatite seborreica primária pode ser causada devido à deficiências nutricionais, falta de higienização, de origem medicamentosa ou até mesmo de causa endócrina. Já a dermatite seborreica secundária é causada por carrapatos, pulgas e ácaros. Também pode ser de origem química, sendo relacionada ao contato com produtos de limpeza, produtos tóxicos, etc.

Além disso o tutor deve estar atento, pois algumas raças são predispostas a desenvolver caspa, como: cocker spaniel, inglês springer spaniel, basset hound, labrador retriever, shar-pei e o terrier branco.

Leia a matéria completa no Portal do Dog.

Últimas notícias