As curiosidades, tendências e novidades do mundo pet

Cinco dicas para criar um cachorro em apartamento

Equilibrar a alimentação e fazer exercícios físicos diários é essencial

atualizado 20/02/2020 18:39

Reprodução/FreePik

Criar um cachorro em apartamento não é impossível, mas alguns cuidados básicos são importantes para manter a boa forma e qualidade de vida do animal. É importante lembrar que um cão requer uma série de cuidados, ainda mais se o apartamento for pequeno.

Afinal, eles possuem energia para gastar, precisam de situações para se entreter e de coisas para manter a mente funcionando. Para isso, é você, dono do cão, que deverá assumir a responsabilidade, sair da zona de conforto e prover todas estas necessidades aos peludos.

Para ajudar,  separamos algumas dicas que podem auxiliar os tutores. Confira:

1 – A alimentação é o primeiro passo

O primeiro passo que você poderá dar para ter um cachorro saudável em apartamento, é a questão da alimentação. Assim como os seres humanos, um cão também precisa ter uma alimentação saudável, regrada e equilibrada. Eles precisam estar com todos os minerais, nutrientes e vitaminas em dia para seguir com uma vida saudável.

Desta forma, recomendamos que você procure um especialista no assunto, para conseguir construir um cardápio adequado ao cão. Nem que seja apenas para saber qual a melhor ração e a mais indicada para cada estágio da vida do animal. Afinal, como você deve saber, cada ração é específica para uma faixa etária ou estágio de vida do cachorro. Existem as específicas para filhotes, outras específicas para castrados, outra para aqueles que precisam fazer dieta.

2 – O cão deve praticar atividade física

Um cão precisa se exercitar. E para isso, é necessário que você permita que ele faça isso. E isto não serve apenas para quem quer ter cachorro em apartamento. Se a sua casa for pequena ou tiver pouco espaço, saiba que estas dicas também são importantes.

Levar o cão para passear é importante. E se conseguir permitir que ele corra em locais abertos, melhor ainda. Entretanto, é sempre importante certificar-se que ele respeita você o suficiente para não ocorrer problemas ou acidentes. Seja com outras pessoas ou outros cachorros que estiverem próximos.

Leia a matéria completa no Portal do Dog.

Últimas notícias