Morre socialite Mirna Bandeira de Mello, vítima de coronavírus

A carioca foi uma das convidadas infectadas em uma festa de noivado do dia 7 deste mês, no Rio de Janeiro

Mirna Bandeira de Mello@zeronaldo_oficial/instagram/reprodução

atualizado 24/03/2020 19:58

Morreu na última segunda-feira (23/03), aos 71 anos, a socialite Mirna Bandeira de Mello. Ela foi vítima de infecção pelo novo coronavírus. A carioca estava entre os convidados que marcaram presença em uma festa de noivado no dia 7 deste mês, no Rio de Janeiro. Outras 20 pessoas ou mais que compareceram à celebração testaram positivo para a Covid-19.

O casal Alessandra e Pedro festejaram o noivado na mansão dos pais do noivo, no Jardim Botânico. Ambos pertencem a duas famílias renomadas do Rio. A noiva é herdeira de Bettina Haegler e Rafael Fragoso Pires. Pedro é filho de Maritza e do príncipe Alberto de Orléans e Bragança.

Dias após a cerimônia, que reuniu aproximadamente 70 convidados, a confirmação de pessoas hospitalizadas começou a surgir. Uma delas, Mirna, muito querida na sociedade, não resistiu e faleceu de insuficiência pulmonar. A socialite estava internada no Hospital Samaritano.

Cinco dos infectados chegaram de viagens ao exterior na mesma semana da festa. Muitos integrantes das famílias moram na Europa.

Um dos internados é o avô da noiva, Alex Haegler, de 85 anos, empresário respeitado no Rio de Janeiro.

A coluna se solidariza com a grande perda e torce pela recuperação dos que ainda lutam para ficar curados!

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

Últimas notícias