“Continuo firme e forte no caminho da TV”, garante Adriane Galisteu

Em entrevista exclusiva durante passagem por Brasília, a apresentadora contou tudo sobre infância, filho e futuros planos na televisão

Myke Sena/ Especial para o MetrópolesMyke Sena/ Especial para o Metrópoles

atualizado 03/10/2019 14:59

Sem filtro. O nome escolhido para um de seus quadros no YouTube serve, também, para definir Adriane Galisteu. Transparente como só ela, a apresentadora veterana na tevê brasileira sabe, como poucas, usar a verdade a seu favor.

Durante anos, ficou à frente de um programa ao vivo e diário, no qual lidava com tabus sem medo e muita naturalidade. Se lançou como atriz e teve igual êxito. E mesmo ao dançar – recebeu elogios quando participou do Dança dos Famosos, em 2017 – a comunicadora teve jogo de cintura. O sorriso largo não sai do rosto, e foi com ele que a loira recebeu a coluna para uma entrevista exclusiva.

A apresentadora esteve em Brasília na quinta-feira da semana passada (26/09/2019), a convite do Vogue Fashion Night Out (VFNO), para um bate-papo com o público da capital mediado pelo jornalista Edson Caldeira.  A paulista de 46 anos veio acompanhada do marido, Alexandre Iódice. Sem rodeios, os dois sentaram à mesa do restaurante Cosí e trocaram figurinhas com jornalistas. Antes do talk, a requisitada apresentadora conversou com o Metrópoles.

Galisteu falou sobre moda, atitude e empoderamento, lembrando aos convidados de que todos são serem completos, que podem conquistar os seus objetivos. “Todo mundo pode chegar lá!”, finalizou.

Com um carisma extraordinário e estilo próprio, Adriane Galisteu nos conquistou ao responder perguntas sobre carreira, o filho Vittorio, a personagem A Louca, do YouTube, e também os planos futuros.

Adriane confessa que não imagina fazer outra coisa além de se comunicar – cantando, atuando, modelando, apresentando programas na TV ou nas rádios.

“Eu gosto tanto do meu ofício. Tudo, no fundo, tem a ver com comunicação. Eu escolhi me comunicar e desde pequena sempre fui assim”, disse.

Ela revela que, desde o início, aos nove anos, levou a carreira com seriedade. “Já comecei sério. Tinha disco gravado, participava dos programas do Chacrinha e do Sílvio Santos”, recorda.

O filho, Vittorio, é fruto do casamento com Alexandre Iódice e tem nove anos. Quando perguntamos se ele puxou a mãe, Galisteu não pensa duas vezes: “Ele é leonino, meio exibido, como a mãe. É comunicativo e exuberante”, conta.

Juntos, mãe e filho fizeram uma peça de teatro que ficou em cartaz por seis meses. “Eu pensei: ‘Ele vai odiar. Vai ver que teatro não é brincadeira, porque era aos fins de semana’. Mas ele amou!”, relembra.

Sobre a carreira em frente às telinhas, a apresentadora garante que nunca quis largar a TV. “Eu fiz uma programa ao vivo diário e sinto muita saudade, mas não quero voltar para fazer qualquer coisa. Enquanto isso, me divirto com meu canal do YouTube”, enfatizou.

#SemFiltro, que vai ao ar toda quarta-feira, às 17h, está bombando. O quadro da Louca – personagem que a apresentadora criou dentro do canal do YouTube – foi outro acerto. “Nós, mulheres, somos loucas. Eu me sinto à vontade de falar isso porque somos loucas no bom sentido, só nós entendemos. Somos loucas por viagem, loucas por acessórios, loucas pela família e mudamos de ideia”, diz, bem humorada.

 

Para saber mais, siga o perfil da coluna no Instagram.

SOBRE O AUTOR
Claudia Meireles

Acumula temporadas de estudos nos Estados Unidos, França e Inglaterra. Em Nova York, trabalhou no mercado de artes. Após uma década vivendo no Rio de Janeiro, onde atuou na Galeria Luciana Caravello, decidiu retornar a Brasília. Atualmente assina uma coluna social no portal Metrópoles.

Últimas notícias