Hashtag #desculpaBrigitte mobiliza Twitter pelo segundo dia seguido

Celebridades também se solidarizaram: Paulo Coelho e Gretchen postaram pedidos de desculpas aos franceses e ao presidente Macron

Chesnot/Getty Images

atualizado 27/08/2019 21:11

Pelo segundo dia seguido, a hashtag #desculpeBrigitte está nos assuntos mais comentados da rede social Twitter. Desde essa segunda-feira (26/08/2019), internautas se mobilizam sobre declarações do presidente Jair Bolsonaro (PSL) em relação à esposa do presidente francês Emmanuel Macron, Brigitte Macron.

Além dos internautas, celebridades se pronunciaram. O escritor Paulo Coelho, residente da Suécia, publicou um vídeo pedindo desculpas aos franceses e dizendo que Bolsonaro teve momento de “histeria”.

Já a cantora Gretchen se desculpou com Macron sobre o comentário. “Perdão, presidente Emmanuel Macron. Brigitte Macron é uma mulher maravilhosa e inspiradora como você. Eu a admiro e amo muito a sua história”, postou a cantora brasileira, que também mora na França.

Os seguidores da apresentadora Fátima Bernardes apontaram uma suposta indireta ao presidente Bolsonaro pelo Instagram. Na imagem postada na rede social, a apresentadora do programa Encontro mostrou a capa de um livro sobre Brigitte.

Entenda
Nesse sábado (24/08/2019), um seguidor publicou fotos dos casais Macron e Bolsonaro em um post do presidente brasileiro, com a legenda: “Agora, entende por que Macron persegue Bolsonaro?”. O titular do Palácio do Planalto respondeu: “Não humilha, cara. Kkkkkkk”. A esposa de Macron tem 66 anos e Michele Bolsonaro, 37.

Nos últimos dias, Bolsonaro zombou da aparência da primeira-dama francesa

Em entrevista na manhã desta terça, na saída do Palácio da Alvorada, o chefe do Executivo federal afirmou que não ofendeu a mulher do mandatário francês. “Alguém colocou a foto lá e eu falei para não falar besteira”, alegou. Após se irritar com a insistência dos repórteres, Bolsonaro frisou que jornalistas não merecem consideração. Logo depois, encerrou a coletiva.

Últimas notícias