Bolsonaro posta vídeo em que ele é um leão e o STF uma hiena

PSL, ONU, OAB, movimento feminista e veículos de imprensa também fazem parte do grupo de animais inimigos que enfrentam o “rei da selva”

atualizado 28/10/2019 17:53

Carolina Antunes/PR

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou um vídeo em sua conta no Twitter, na tarde desta segunda-feira (28/10/2019), em que ele é representado por um leão e hienas, que são descritas como “opositores”, levam o nome de instituições como o Supremo Tribunal Federal (STF) e o próprio partido de Bolsonaro, o PSL. Cerca de duas horas depois, a conteúdo foi apagado da conta. 

“Chile, Argentina, Bolívia, Peru, Equador… Mais que a vida, a nossa liberdade. Brasil acima de tudo! Deus acima de todos”, escreveu o mandatário da República. 

A primeira hiena a aparecer na gravação representa o PT. Também estão no grupo dos animais inimigos do leão a Organização das Nações Unidas (ONU), a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e veículos de comunicação, assim como sindicatos e outros movimentos políticos. 

Perto do fim do vídeo, outro leão representando o “conservador patriota” chega para dar apoio ao animal da mesma espécie, que está cercado pelos animais menores, mas capazes de enfrentá-lo. Uma legenda com os seguintes dizeres é incluída na produção: “Vamos apoiar o nosso presidente até o fim! E não atacá-lo! Já tem oposição para fazer isso”. 

O Palácio do Planalto foi procurado para informar se o conteúdo foi produzido pela Secretaria de Comunicação. A pasta, no entanto, negou a autoria. 

0

Últimas notícias