Luísa Sonza desabafa sobra ataques após morte do filho de Whindersson

Na época da morte de João Miguel, maio do ano passado, a cantora foi acusada de desejar a morte do pequeno

atualizado 23/03/2022 12:22

Luísa SonzaReprodução/Instagram

A cantora Luísa Sonza comentou sobre os ataques recebidos após a morte de João Miguel, filho de seu ex-marido, Whindersson Nunes, com Maria Lina Deggan, em maio do ano passado. Na ocasião, haters afirmaram que a artista desejou a morte da criança.

Em entrevista à revista Ela, Luísa disse: “Tenho aprendido a conviver com esses ataques. Ninguém gosta de ser odiado, é óbvio. Mas preciso também focar nos meus objetivos e pensar em coisas boas e críticas construtivas. Há meses, isso me deixava muito mal, mas tenho tentado não absorver ou absorver o menor possível”.

0

Ela ainda disse que os ataques acontecem por ela ser uma mulher empoderada e que as pessoas sempre buscam formas de atingi-la de alguma forma.

“A gente vive numa sociedade extremamente machista, em que quase todos os âmbitos têm dominação de homens. Então, ver uma mulher crescendo, empoderando outras mulheres, e fazendo o que bem entende, incomoda e muito. E tem sido assim desde o dia que resolvi utilizar minha arte como forma de empoderar mulheres”, afirmou.

A cantora garantiu que continuará usando sua música para falar sobre as situações que vive. “Uso minha música como forma de reflexão. E não irei parar tão cedo”, afirmou.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos

Mais lidas
Últimas notícias