Luciano Huck lembra pouso de emergência após morte de Marília Mendonça

Apresentador voltava de Manaus com Angélica e os três filhos, em 2015, quando uma peça do avião parou de funcionar

atualizado 05/11/2021 21:28

Reprodução

Pouco tempo após a confirmação da morte de Marília Mendonça, Luciano Huck deu entrevista à GloboNews na qual relembrou um momento, em 2015, quando um avião onde ele estava com Angélica e os três filhos precisou fazer um pouso de emergência.  Na época, uma peça importante da aeronave, o capacitor, foi instalado de forma invertida e fez o “motor morrer no ar”.

“Eu nasci pela segunda vez em 2015. E quando eu vi a imagem do avião [de Marília] ali, é difícil descrever. Mas a coisa mais impressionante da queda do avião é a energia que aquilo movimenta. Porque é uma coisa muito grande e pesada tocando o solo, é um barulho ensurdecedor”, pontuou.

0

Ele, então, recordou os momentos que antecederam a queda de seu avião. “Tem uma coisa que sentimos no pouso de emergência é que antes do pouso sentimos um silêncio — e então um barulho violentíssimo. Com a gente foi um campo aberto e o avião andou muito antes de parar. Eu não sou especialista, mas, vendo as imagens, eu acredito que o avião pode ter tentado fazer o pouso forçado, bateu em uma pedra e ficou”, acrescentou.

“O Brasil está chorando mais uma vez. Eu acho que está chorando por uma menina muito jovem, muito talentosa, com um filho muito pequeno, partir de um jeito tão banal. Eu acho que fica a lembrança da artista, tentar confortar a família, os fãs, o filho e pensar que a vida é muito tênue a linha entre viver e não viver”, lamentou.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos

Mais lidas
Últimas notícias