Zambelli discute com professor durante podcast: “Vou mijar”. Vídeo

Deputada federal (PL-SP) perdeu a paciência quando foi questionada por filósofo sobre ter votado "sim" para aumento de Fundo Eleitoral

atualizado 06/07/2022 9:12

Rafaela Felicciano/Metrópoles

São Paulo – Durante a participação no Flow Podcast esta semana, a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) se levantou e abandonou a transmissão do programa ao vivo após discutir com o professor de filosofia Paulo Cruz. A deputada havia sido questionada sobre ter votado a favor da aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias que acabou aumentando o Fundo Eleitoral de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões.

No momento da pergunta do professor, Zambelli se retirou da mesa de entrevistas chamando o professor de burro. “Vou mijar, fique falando sozinho”, disse a deputada. A congressista retornou alguns minutos depois para continuar o programa.

Durante o podcast, o professor de filosofia rebateu a fala da parlamentar afirmando que ela estava se contradizendo em relação ao voto do aumento do Fundão.

“Ela ganha R$ 30 mil por mês para votar algo que vai ferrar a vida do brasileiro, e fala que eu sou burro. Ela acha que eu estou errado porque ela é bolsonarista e está ganhando dinheiro”, afirmou.

Zambelli era uma das congressistas que se posicionou contra o aumento do valor do Fundão, mas acabou votando para aprovar o texto em uma sessão do Congresso Nacional, em julho do ano passado.

Sobre o debate no Flow, a deputada emitiu a nota abaixo:

“Foi uma longa inquisição de quatro horas e meia, na qual fui tratada com desrespeito inúmeras vezes. Tenho 11 anos de vida pública e quem me acompanha sabe que não perco a paciência, mas falta de honestidade é intolerável.

Apesar de esbanjar arrogância e prepotência, o debatedor, que disse que o lockdown da pandemia durou uma semana, fingiu desconhecimento do processo legislativo. Expliquei que, nas votações, os partidos podem separar dispositivos para serem votados isoladamente, são os chamados destaques. Foi isso que ocorreu na votação: fomos favoráveis ao projeto, mas votamos contra o aumento do Fundo Eleitoral.

Se querem realmente saber quem foi contra ou a favor do aumento, vejam a votação sobre o veto do Presidente Bolsonaro”.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias