Weintraub é criticado ao postar fake sobre caso Lázaro e Fátima Bernardes

Mais cedo, a mesma imagem foi publicada pelo deputado estadual Anderson Moraes (PSL-RJ) e rebatida por Fátima Bernardes

atualizado 28/06/2021 17:24

Abraham WeintraubAndre Borges/Esp. Metrópoles

O ex-ministro da Educação Abraham Weintraub usou as redes sociais, nesta segunda-feira (28/6), para compartilhar uma fake news sobre o caso do criminoso Lázaro Barbosa, de 32 anos, que acabou morto após entrar em confronto com policias em Águas Lindas (GO). A postagem foi alvo de inúmeras críticas.

A publicação repostada por Weintraub traz uma imagem falsa do programa Encontro, comandado por Fátima Bernardes. A chamada, que foi adulterada, questionava o suposto excesso dos policiais no caso do psicopata que aterrorizou o Distrito Federal e Goiás.

“Deus que me perdoe. Tenho sentimentos ruins: fiquei muito feliz com a morte do Lázaro, além de ter um imenso nojo da globo e da Fátima Bernardes”, diz o post do ex-ministro.

Em resposta ao post, um internauta afirmou que Abraham sabia que a informação era falsa e, mesmo assim, compartilhou. “A falta de caráter que faz ele compartilhar esse tipo de coisa”, escreveu.

Mais cedo, a mesma imagem foi publicada pelo deputado estadual Anderson Moraes (PSL-RJ), em tom de crítica à Fátima Bernardes, que revidou a publicação afirmando que é falsa. “Que feio um deputado perder tempo com fake news”, escreveu a apresentadora.

Morte de Lázaro

Suspeito de matar uma família no Distrito Federal e balear outras cinco pessoas em uma série de assaltos em chácaras na capital do país e em Goiás, Lázaro foi morto durante confronto com forças policiais na manhã desta segunda-feira (28/6), em mata nas imediações da casa da ex-sogra, em Águas Lindas (GO).

Mais cedo, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, fez o anúncio em suas redes sociais de que o serial killer fora preso. Instantes depois, agentes que trabalham na captura confirmaram a morte dele.

Últimas notícias