Viúva de Marielle se emociona com homenagem da Mangueira

"Isso só concretiza a ressignificação daquela noite de 14 de março, em que Marielle foi assassinada", disse Mônica Benício

atualizado 05/03/2019 9:50

GILSON BORBA/ESTADÃO CONTEÚDO

Após o desfile da Mangueira, na manhã desta terça-feira (5/3), a viúva de Marielle Franco, Mônica Benício, deixou a Sapucaí emocionada. A escola homenageou a vereadora, que foi assassinada no Rio de Janeiro.

“Isso só concretiza a ressignificação daquela noite de 14 de março. O assassinato de Marielle vai completar um ano e o Estado brasileiro não diz quem mandou matar. Isso é mais uma prova de que vai haver luta até que a gente tenha uma resposta para isso”, disse Mônica Benício, de acordo com informações do site G1.

Veja fotos do segundo dia de desfiles na Sapucaí:

0

A viúva da parlamentar desfilou na última ala da Mangueira. O enredo da escola, que saiu da avenida sob os gritos de “É campeã”, reverenciou heróis da resistência negros e índios da história do Brasil. A agremiação ganhou Estandarte de Ouro, prêmio dos jornais O Globo e Extra.

Na entrevista ao final do desfile, Mônica Benício disse não ter se incomodado com as declarações do vereador Rodrigo Amorim, que criticou a homenagem da Mangueira, classificando o enredo como “lacrador”.

Durante a última campanha eleitoral, Amorim quebrou uma placa de rua em homenagem a Marielle Franco. Ao seu lado, estavam Daniel Silveira, eleito deputado federal, e o atual governador do Rio, Wilson Witzel.

O parlamentar do PSL é mangueirense. Mas, ao criticar o enredo da escola, chegou a afirmar que não cantaria o samba da escola por “não ter decorado a letra”, ainda segundo o G1.

Confira fotos do primeiro dia de desfiles no Rio:

0

Últimas notícias