Vídeo: polícia estoura fábrica clandestina de linguiça na zona oeste do Rio

Na ação, mais meia tonelada do produto, impróprio para o consumo, foi inutilizada pelos agentes, que interditaram o espaço

atualizado 08/02/2021 19:57

Fábrica de linguíça clandestina no RioDivulgação/Polícia Civil do RJ

Rio de Janeiro – Policiais civis da Delegacia de Crimes Contra o Consumidor (Decon) estouraram na manhã desta segunda-feira (8/2) uma fábrica clandestina de linguiça. O espaço funcionava sem as devidas autorizações e licenças sanitárias no bairro de Santa Cruz, na zona oeste do Rio.

Chegando ao local, os agentes encontraram diversas irregularidades, tais como produtos armazenados no chão, embalagens sem rótulos e local de armazenamento fora dos padrões legais e sem refrigeração adequada, além de produtos estragados.

Veja imagens:

Com a ação, mais de meia tonelada de linguiça imprópria para o consumo foi inutilizada no local. O responsável pela fábrica foi preso em flagrante por crime contra o consumidor e o estabelecimento foi interditado.

0

Últimas notícias