Vídeo: grupo solta fogos na madrugada pelo aniversário de Bolsonaro

Ação ocorreu próximo ao Palácio da Alvorada, desrespeitando toque de recolher. Presidente completa 66 anos neste domingo (21/3)

atualizado 21/03/2021 11:23

Proibidos no DF, grupo dispara rojões pelo aniversário de BolsonaroReprodução/Facebook

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) soltaram rojões próximo ao Palácio da Alvorada, em Brasília, em comemoração ao aniversário do mandatário da República, que completa 66 anos neste domingo (21/3). O uso desse tipo de artefato no Distrito Federal é proibido.

Imagens publicadas nas redes sociais mostram que, durante a madrugada, um grupo participou da comemoração. De acordo com o vídeo, a ação foi planejada pelo Movimento Avança Brasil.

Segundo um dos registros, os rojões com efeito sonoro foram soltos por volta de 0h05 deste domingo. “Estamos comemorando, com surpresa, o aniversário do presidente. Viva Bolsonaro!”, narra um homem que se identificou como Joaquim Gomes.

Ele completa: “O cara que está encarando todos os corruptos. Estamos aqui, um grupo de patriotas, comemorando o aniversário do presidente Bolsonaro. Homenagem mais que justa para esse homem que está lutando pelo povo brasileiro”.

Ao todo, foram 20 minutos de fogos de artifício. Alguns moradores do Lago Sul, região nobre de Brasília, escutaram o barulho durante a madrugada.

O ato fere o decreto de toque de recolher do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), que proíbe a circulação de pessoas entre 22h e 5h. A medida é uma forma de aumentar o isolamento social e frear a propagação da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) informou, por meio de nota, que o evento ocorreu fora do perímetro de segurança do Palácio Alvorada. “Quanto ao horário, não cabe ao GSI executar a fiscalização”, diz o texto.

Nesta segunda-feira (22/3), a primeira-dama do país, Michelle Bolsonaro, também faz aniversário. A mulher do presidente Bolsonaro completará 39 anos.

Uso proibido

Desde fevereiro, é proibido soltar fogos de artifícios barulhentos no Distrito Federal. A Lei nº 6.647, que regulamenta o manuseio, a utilização, a queima e a soltura de fogos ou qualquer artefato pirotécnico, vale para ambiente abertos, fechados, áreas públicas e locais privados.

Regulamentada em agosto de 2020, a norma veta o uso de rojões sonoros, isso para não assustar animais. A lei é de autoria do deputado distrital Reginaldo Sardinha (Avante).

Pela norma, estão permitidos os produtos sem estampido ou com barulho de baixa intensidade. Porém, até os não barulhentos estão proibidos em eventos com participação de animais, em áreas próximas a zoológicos; santuários e abrigos de animais; em parques públicos ou em áreas de preservação permanente.

Quem descumprir a lei pode receber multa de R$ 2,5 mil — valor que é dobrado na hipótese de reincidência, sem prejuízo da apuração de crime de maus-tratos e da reparação do dano moral coletivo contra os animais.

Últimas notícias