Vídeo: festa de GO acaba com tiros para o alto e arremesso de capacete

Tentativa de encerrar festa acabou em confusão, com tiros para o alto e capacetes arremessados por mulheres

atualizado 28/07/2021 15:36

Mãe e filhas presas festa AnápolisReprodução

Uma festa dentro do condomínio residencial Royal Life, em Anápolis (GO), terminou com confusão e briga generalizada, na noite do último domingo (23/7). Mãe e filha foram levadas para a delegacia por suspeita de terem agredido o síndico, que tentava interromper o evento.

Vídeo feito do estacionamento do residencial, mostra o momento que um homem tenta conter a briga dando dois tiros para cima. Ele seria um morador do condomínio, segundo a administração do Royal Life.

As imagens ainda mostram uma pessoa caída no chão e duas mulheres arremessando capacetes de motocicleta contra alguém. Em outra momento, uma delas bate uma espécie de sacola na cabeça de um homem.

Ainda no vídeo, é possível ver duas mulheres indo na direção do homem armado que atirou para cima, enquanto ele recua com a mão segurando a arma.

Caso de polícia

Mãe e filha foram levadas para a delegacia por suspeita de agredir um síndico, segundo boletim de ocorrência da Polícia Militar, que o G1 Goiás teve acesso.

O condomínio emitiu uma nota explicando que a confusão começou quando o síndico pediu para encerrar a festa e vigilantes isolaram o local.

Os moradores teriam obedecido e deixado a festa, mas os convidados, visivelmente embriagados, resistiram e houve briga generalizada.

Ato isolado

Em uma segunda nota, enviada no início da tarde de 28/7, a administração do condomínio residencial informou que o tiro para o alto foi “um ato isolado para reprimir a violência generalizada.”

O Royal Life destacou que a pessoa armada é um morador e não vigilante, colaborador ou síndico do prédio.

“Foi um ato pensado para tentar conter as pessoas que estavam agindo de forma nada condizente com as regras do Regimento Interno e Convenção e principalmente, em relação às regras morais”, informa trecho da nota.

A administração também afirma que as atitudes dos convidados da festa não tem relação com as famílias que vivem no condomínio.

Últimas notícias