“Vacina não vai resolver o problema atual”, diz Drauzio sobre pandemia

O médico afirmou que "não nos preparamos adequadamente para a chegada do vírus" e atitudes do governo não ajudaram no combate à doença

atualizado 06/08/2020 14:23

Globo/Divulgação

O médico Drauzio Varella falou, nesta quinta-feira (6/8), sobre o avanço da pandemia de Covid-19 no Brasil. Segundo o especialista, o país, que tem o segundo maior número de mortos do mundo pela doença, chegou a esta situação por “um acúmulo de erros” que têm se repetido. As declarações foram dadas em entrevista à GloboNews.

Drauzio disse que não tivemos nenhum plano eficaz desde que a pandemia se instalou no país. “Primeiro, nós não nos preparamos adequadamente para a chegada do vírus aqui, e, sabidamente, ele vinha”, afirmou.

“A vacina não vai resolver o problema atual”, prosseguiu. “Pode ser que, quando chegue essa vacina, ela não vá ser tão necessária quanto é agora, porque pode ser que, até metade do ano que vem, você vai ter já uma epidemia mais arrefecida”.

“O SUS tentou se organizar, demonstrando até grande agilidade, mas vem acumulando problemas crônicos”, avaliou o médico.

Drauzio lembrou que, apesar das recomendações de cientistas sobre a necessidade de isolamento para conter a disseminação do vírus, houve “contradição” nas orientações dadas à população pelos governos estaduais e o federal.

“Todo o pessoal de ciência dizendo ‘o isolamento é fundamental’, e o governo federal apontando na direção oposta”, disse.

O médico também listou o fato de que um remédio que não tem eficácia comprovada contra a Covid-19 foi “apregoado” como a “salvação” contra a doença. Houve, ainda, a dificuldade de conseguir equipamentos para as UTIs.

Drauzio comentou, anda,  a retomada das atividades econômicas no país.

“Você não vai encontrar um epidemiologista digno desse nome que te diga que está na hora de abrir. Não vai pegar um país que está tendo mil mortes por dia e achar que está tudo bem, que as pessoas podem ir para a rua”, afirmou.

Últimas notícias