Universidade Estadual de Goiás realiza eleições on-line nesta quinta

Pleito escolherá reitor, diretores de institutos e coordenadores de cursos; mais de 16 mil pessoas estão aptas a votar

atualizado 23/06/2021 19:56

Câmpus da Universidade Estadual de Goiás em AnápolisDivulgação/UEG

Goiânia – Após cinco anos, alunos, professores e servidores técnico-administrativos da Universidade Estadual de Goiás (UEG) vão às urnas, nesta quinta-feira (24/06), das 9h às 21h. Eles vão escolher quem vai comandar a reitoria, as diretorias dos cinco institutos acadêmicos e as coordenações centrais dos cursos de graduação da instituição pelos próximos quatro anos.

A votação se dará, exclusivamente, por meio eletrônico, no qual o eleitor deverá registrar seu voto em cada uma das categorias disponíveis no respectivo processo eleitoral. A Comissão Eleitoral Central (CEC/UEG) divulgou um tutorial de votação que pode ser conferido no link: http://www.eleicoes.ueg.br/referencia/11809.

Ao todo, estão aptos a votar 16.757 eleitores distribuídos entre docentes (977), estudantes (15.299) e servidores técnico-administrativos (481).

Os critérios para as candidaturas foram definidos pela Comissão Eleitoral Central (CEC/UEG) ao fazer a convocação do processo eleitoral.

Para o cargo de reitor estão inscritos cinco candidatos que atenderam aos critérios de serem do quadro efetivo da UEG e terem formação mínima de mestres. São eles, em ordem alfabética: Adriana Ribon, Antônio Cruvinel, Francisco Severo, Made Júnior Miranda e Marcelo Moreira.

Os cinco institutos acadêmicos da universidade têm, ao todo, 10 candidatos, que também atenderam aos critérios estabelecidos: ser docente efetivo da UEG e estar vinculado ao instituto ao qual pleiteia uma vaga.

Os candidatos são: Instituto de Ciências da Saúde e Biológicas: André Luiz Araújo Pereira, Michelle Ferreira de Oliveira e Orley Filemon. Instituto de Ciências Agrárias: Sueli Freitas. Instituto de Educação e Licenciaturas: Edna Duarte, Késia Rodrigues e Marcos Vinicius. Instituto de Ciências Sociais Aplicadas: Ednilto Júnior e Rodrigo Messias. Instituto de Ciências Tecnológicas: Joílson dos Reis Brito.

Já para as coordenações centrais de curso são 36 candidatos. Pela legislação, uma lista tríplice será apresentada ao governador Ronaldo Caiado para a escolha.

A posse dos eleitos será no próximo mês de agosto. Todos os planos de gestão dos candidatos estão disponíveis em www.eleicoes.ueg.br.

imagem aerea ueg
UEG em Porangatu nas proximidade do Lago Grande
Histórico

Desde sua criação, em 1999, a Universidade Estadual de Goiás elegeu três reitores pelo voto da comunidade universitária.

Após a renúncia de dois reitores, em 2019, o governo do estado decretou intervenção na universidade. Nesse período, dois reitores estiveram à frente da instituição: o procurador Rafael Borges e, atualmente, o professor Valter Campos.

Em janeiro de 2020, o governo estadual, após a aprovação pela Assembleia Legislativa, sancionou a Lei nº 20.748, que definiu as regras da reforma administrativa da UEG. Na ocasião também foi promulgado o decreto que aprovou o novo estatuto da instituição.

Com a reforma administrativa implementada e as reformas pedagógica e curricular em processo de implementação, no mês de março deste ano o governo de Goiás avalizou, após solicitação do Conselho Superior Universitário da UEG, que a universidade convocasse novas eleições.

Últimas notícias