Turismo vacinal: no Brasil, 15% receberam doses em outros municípios

Dados da Fiocruz mostram que uma de cada seis doses foi aplicada em pessoa que se deslocou do lugar onde mora para se vacinar

atualizado 22/06/2021 17:36

vacinação são pauloFábio Vieira/Metrópoles

A cada seis doses de imunizantes contra a Covid-19 aplicadas no Brasil, uma foi para o braço de alguém que não reside no município de vacinação. Ao todo, 15% do total de doses aplicadas foram fora do município de residência, o que contabiliza mais de 11,3 milhões de vacinas. Os dados fazem parte do mais recente Boletim do Monitora Covid-19, da Fiocruz.

No total, 899.926 doses foram aplicadas em residentes de estados diferentes do local de aplicação. Segundo o boletim, 3.245 doses de imunizantes foram aplicadas na cidade de São Paulo (SP) em residentes de Recife (PE) e 2.977 doses do Rio de Janeiro (RJ) em residentes de Juiz de Fora (MG).

Dentre os grupos prioritários para vacinação, os profissionais de saúde possuem a maior porcentagem de doses aplicadas fora de suas cidades: 24,6% tomaram a primeira dose e 23,5% tomaram a segunda dose nessa condição.

Percentual de doses de vacinas aplicadas fora do município de residência no Brasil
Percentual de doses de vacinas aplicadas fora do município de residência no Brasil. (Fiocruz)

A distância média percorrida para a vacinação é de 252 km. As UFs que vacinaram pessoas com maior distância do local de residência foram Distrito Federal (com distância média de 790 km), Amazonas (647 km), Roraima (506
km), Ceará (398 km) e Rio de Janeiro (362 km).

Os dados utilizados para análise foram fornecidos pelo OpenDataSUS e vão até o dia 16 de junho.

Mais lidas
Últimas notícias