Secretário garante continuidade da vacinação contra Covid-19 no Rio

"Não tem o menor risco", afirmou Daniel Soranz. Declaração foi dada após suspensão da vacinação em cinco capitais por falta de doses

atualizado 22/06/2021 17:22

Rio de Janeiro dá inicio a nova fase de vacinação contra a Covid-19 nesta quarta feira 27/01 na Clínica da Família Estácio de Sá.Aline Massuca/ Metrópoles

Rio de Janeiro – O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, garantiu nesta terça-feira (22/6) que a vacinação contra a Covid-19 na capital fluminense não será suspensa por falta de doses.

Ao jornal O Globo, Soranz afirmou que o município tem doses suficientes para cumprir o calendário de vacinação até a próxima segunda-feira (28/6). Ao longo da semana, novas remessas de imunizantes contra a Covid-19 chegarão à cidade.

“Não tem o menor risco de interrompermos a vacinação. Temos as vacinas do nosso planejamento até segunda-feira e, ao longo da semana, vamos receber as doses da semana que vem. Temos planejamento. Temos um calendário e vamos caminhar nele”, disse o secretário.

Nesta semana, ao menos cinco capitais interromperam o processo de imunização: São Paulo suspendeu a aplicação das duas doses; Florianópolis (SC), Aracaju (SE), Campo Grande (MS) e João Pessoa (PB) paralisaram a administração da primeira dose. 

Vacinação no Rio

Nesta terça, na capital fluminense, foram vacinados homens com 49 anos, gestantes e puérperas. Durante a semana, pessoas acima de 49 anos e homens e mulheres de 48 anos poderão procurar os postos de vacinação.

Por determinação do Ministério da Saúde, gestantes e puérperas devem receber apenas os imunizantes Coronavac e Pfizer. O grupo também pode se vacinar até o final da semana.

0

 

Últimas notícias