metropoles.com

TSE: número de jovens de 16 e 17 anos com título sobe 58,7% em 3 meses

Após campanha de artistas e do TSE, adolescentes fizeram o título de eleitor mesmo com voto facultativo para eles. Prazo vai até 4 de maio

atualizado

Compartilhar notícia

José Cruz/Agência Brasil
Urnas eletrônicas
1 de 1 Urnas eletrônicas - Foto: José Cruz/Agência Brasil

No Brasil, o voto é facultativo para os adolescentes de 16 e 17 anos, mas o interesse do jovem brasileiro pela política tem crescido nos últimos meses. Ao menos é o que mostram os números de alistamentos eleitorais realizados nos três primeiros meses do ano em todo o país.

Somente entre janeiro e março, o Brasil ganhou 421 mil novos eleitores entre 16 e 17 anos devidamente habilitados para votar. Em dezembro de 2021, 630 mil adolescentes nessa faixa tinham o título. Em março, o número aumentou para 1,051 milhão – crescimento de 58,7%, que ainda pode aumentar.

0

Veja como tirar seu título de eleitor clicando neste link.

Em 2022, o cadastro eleitoral seguirá aberto até o próximo dia 4 de maio, data-limite para a solicitação do título, para transferência do domicílio eleitoral e regularização de eventuais pendências com a Justiça Eleitoral.

O plot twist no comportamento do jovem eleitor ocorreu após campanhas de conscientização e incentivo ao eleitorado como um todo, em especial aos jovens, por meio da mídia e nas escolas. Além disso, publicações espontâneas de influenciadores e artistas, como a cantora Anitta, têm impulsionado a mudança de comportamento.

A campanha dos artistas começou após o TSE identificar o menor nível de participação de adolescentes no processo eleitoral das últimas três décadas, nas eleições municipais de 2020.

Com um cenário político polarizado e discursos políticos acirrados, o jovem poderá ser o diferencial nas urnas em outubro de 2022.

“Esse cenário tende a incentivar os jovens a terem um maior engajamento, e, por consequência, participarem mais ativamente do processo eleitoral. Para tanto, é necessário ter o título de eleitor. A população tem se conscientizado cada vez mais sobre isso”, avalia o analista do TSE Diogo Cruvinel.

Recorde

Quando se trata da faixa etária que pode se alistar para ter o título de eleitor, a que compreende 15 e 18 anos, no Brasil, ganhou 1.144.481 novos eleitores somente nos três primeiros meses de 2022.

A procura de milhões engloba, nesse caso, pessoas com 15 anos, que só podem votar se completarem 16 anos na data do pleito, e jovens com 18 anos, que já estão na idade do voto obrigatório.

Assim, de 15 a 18 anos, a procura pelo documento foi, até março, a maior registrada quando comparada às últimas Eleições Gerais, de 2018 e 2014, quando foram emitidos 877.082 e 854.838 novos títulos, respectivamente.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?