Três homens são presos pelo roubo de mais de 100 cabeças de gado em GO

Segundo a PCGO, prejuízo aos produtores rurais está estimado em R$ 350 mil; animais foram roubados em diversas cidades do Estado

atualizado 14/04/2021 15:53

goias tres pessoas sao presas por roubo de gadoDivulgação/Polícia Civil de Goiás

Goiânia – Integrantes de uma associação criminosa especializada no roubo de gado foram presos em Goiás nesta terça-feira (13/4). Segundo informações da Polícia Civil de Goiás (PCGO), o grupo atuava nas regiões central e norte do estado. Ela teria gerado um prejuízo aos produtores rurais de aproximadamente R$ 350 mil.

A operação Cerco Final cumpriu três mandados de prisão e busca e apreensão contra supostos membros da associação criminosa. As investigações duraram cerca de oito meses e a conclusão foi de que o grupo foi responsável pelo roubo de mais de 100 cabeças de gado em Goiás. 

Conforme a PCGO, foram 46 vacas roubadas no município de Jaraguá; 25 novilhas em Petrolina; 20 cabeças de gado em Pilar de Goiás e outras 16 em Sanclerlândia. Ainda segundo a corporação, outros 34 animais foram furtados pelo mesmo grupo, no final do ano passado, em Mara Rosa. Na ocasião, o líder da organização, Odair Virgínio de Oliveira, morreu em confronto com a Polícia Militar.

As prisões e buscas ocorreram nas cidades de Itapaci, Inhumas e Campestre de Goiás. De acordo com a PCGO, as investigações continuam com o objetivo de localizar e prender outros envolvidos nos crimes.

Últimas notícias