Teto de túnel desaba sobre ônibus na zona sul do Rio

Ainda não há informações sobre feridos. O trânsito intenso fez com que o Centro de Operações entrasse em crise

Reprodução/GloboNewsReprodução/GloboNews

atualizado 17/05/2019 15:24

Parte do teto do Túnel Acústico, na zona sul do Rio de Janeiro, desabou sobre um ônibus no início da tarde desta sexta-feira (17/05/2019). Após o acidente, o local foi interditado nos dois sentidos. Segundo avaliação preliminar, a estrutura de concreto cedeu.

Ainda não há informações sobre feridos. O trânsito intenso fez com que o Centro de Operações decretasse estado de crise. Imagens nas redes sociais mostram o momento em que o bloco ruiu. Ao menos um ônibus foi atingido. O motorista do veículo disse que ninguém se feriu.

“Estava engarrafado, vi desmoronando e aí pedi passagem, mas ninguém queria parar. Quando eu joguei o ônibus na frente, desmoronou em cima do ônibus e me joguei embaixo do volante”, disse o motorista do coletivo atingido pela queda, Thiago dos Santos, em entrevista ao canal de notícias GloboNews.

Ele afirmou não ter visto nenhum outro carro ser atingido pelo desabamento – justamente porque jogou o ônibus na pista para impedir o avanço dos outros veículos. O coletivo da linha Troncal 4 fazia o trajeto da Rodoviária para São Conrado. Segundo o motorista, ele levava apenas dois passageiros no momento do acidente.

Segundo informações preliminares, um deslizamento de terra comprometeu a cobertura do túnel. A estrutura não é convencional. Ele não foi escavado, mas sim coberto por concreto para evitar a poluição sonora do bairro da Gávea.

O Rio vive uma sexta-feira problemática no trânsito. A Avenida Niemeyer está fechada desde o início da manhã de quinta-feira (16/05/2019), após um deslizamento de terra. Nesta manhã, um acidente grave, que causou uma morte, fechou o Túnel Rebouças.

O Centro de Operações Rio emitiu um alerta de que, ao longo do dia, as chuvas podem continuar fortes, mas em curtos períodos. A Polícia Militar do Rio está nas ruas para auxiliar na organização do tráfego.

Uma passageira de um carro de aplicativo que passava pelo local no momento do desabamento disse que a situação no túnel virou “um caos”. “Eu estava indo para a Barra e o túnel desabou. A sorte é que conseguimos voltar de ré”, contou ao RJTV, da TV Globo.

Últimas notícias