TCU recomenda ao governo cobrar vacina a viajantes que venham ao país

Se o governo federal não adotar a recomendação, terá que apresentar suas razões à Corte de Contas

atualizado 01/12/2021 20:08

aeroporto de Brasília

O Tribunal de Contas da União (TCU) recomendou, nesta quarta-feira (1º/12), que o governo federal adote medidas necessárias para garantir que viajantes só entrem no Brasil após apresentação do cartão de vacinação contra a Covid-19.

Sob a relatoria do ministro Vital do Rêgo, a decisão foi tomada em plenário dentro do processo que acompanha a estrutura e ações do Ministério da Saúde para o enfrentamento da pandemia.

A recomendação foi encaminhada à Casa Civil e aos ministérios da Justiça e Segurança Pública, da Saúde e da Infraestrutura.

Se o governo não adotar a recomendação, terá que apresentar razões fundamentadas ao TCU.

Ômicron

A preocupação ocorre devido ao surgimento da variante Ômicron do novo coronavírus, identificada originalmente no sul da África, que colocou o mundo, mais uma vez, em estado de alerta.

Os dois primeiros infectados com a variante Ômicron da Covid-19 no Brasil não estavam vacinados contra a doença, segundo informações preliminares da Secretaria de Saúde de São Paulo.

Mais lidas
Últimas notícias